ENTRETENIMENTO

Pink. A filha de 6 anos. E o discurso inspirador sobre amor próprio no 'VMA 2017'

Homenageada da noite, cantora compartilhou história que viveu ao lado da pequena Willow Sage Hart.

28/08/2017 11:38 -03 | Atualizado 28/08/2017 12:20 -03

Pink roubou a cena na cerimônia do VMA 2017 neste domingo (27).

Na noite em que Kendrick Lamar foi coroado o grande vencedor, a cantora celebrou seus 17 anos de carreira, foi homenageada no palco e fez ainda um discurso inspirador.

Para alegria dos fãs, Pink fez um medley de seus maiores hits, incluindo Get The Party Started, Raise Your Glass, So What, Perfect, Just Give Me a Reason, além de seu novo single What About Us.

Assista no player abaixo:

Na sequência, ela recebeu o prêmio Michael Jackson de Vanguarda das mãos da apresentadora Ellen DeGeneres. E deixou muita gente emocionada com seu discurso.

Pink compartilhou uma conversa que teve com a filha de 6 anos, Willow Sage Hart.

Segundo a estrela pop, certo dia Willow disse que era a menina mais feia que conhecia, "um menino de cabelos longos". A revelação deixou Pink aborrecida.

"Eu não disse nada. Em vez disso, fui para casa e fiz uma apresentação de PowerPoint para ela. E nessa apresentação eu coloquei rockstars andróginos e artistas que vivem da verdade deles. Provavelmente, as pessoas tiram sarro todos os dias deles, mas eles continuam levantando a bandeira deles e inspirando a todos nós", revelou a cantora.

Getty Images
Pink e a filha de 6 anos, Willow Sage Hart.

Em seguida, citou alguns nomes que colocou na apresentação em PowerPoint: Michael Jackson, Prince, George Michael, Annie Lennox, Elton John, entre outros.

"Querida, nós não mudamos, nós pegamos nossos cascalhos dentro da nossa concha e fazemos uma pérola. Nós ajudamos outras pessoas a mudarem para verem mais tipos de beleza", finalizou a cantora.

Assista ao discurso na íntegra:

LEIA MAIS:

- 12 youtubers negras que estão empoderando mulheres na internet

- Este jovem usou o poder da maquiagem para elevar a autoestima de sua mãe

39 celebridades que se abriram sobre seus abortos espontâneos para dar apoio a outras mulheres