ENTRETENIMENTO

A emocionante homenagem de Lúcio Mauro Filho ao 'padrinho' Paulo Silvino

Humorista morreu nesta quinta-feira (17), aos 78 anos, em decorrência de um câncer no estômago.

17/08/2017 15:23 -03 | Atualizado 17/08/2017 15:38 -03

O ator Lúcio Mauro Filho usou seu perfil no Instagram para prestar uma bonita homenagem ao seu "padrinho" de ofício, o ator Paulo Silvino, que morreu na manhã desta quinta-feira (17), aos 78 anos, em decorrência de um câncer no estômago.

No texto, o ator recorda que estreou na TV em um programa apresentado por Paulo Silvino e dirigido pelo também ator Lúcio Mauro (pai de Lúcio Mauro Filho).

"Mais um mestre parte para outra dimensão, deixando corações partidos. Paulo Silvino, meu amado! Meu pai dirigia o programa "Balança Mas Não Cai", que era apresentado pelo Silvino. No dia das crianças de 1982, meu Velho abriu uma única exceção durante toda a minha infância e deixou que seu filho palhaço aparecesse no programa. E eu, do alto dos meus oito anos, fiz minha estreia profissional na TV, invadindo a abertura do programa, tirando o microfone do Silvino e apresentando eu mesmo, o especial do dia das crianças. Vejam a importancia desse homem, na minha carreira e na minha vida! Meus sentimentos aos meus amigos Flavio (á quem Paulo dedicou-se de corpo e alma desde que acidentou-se), João Paulo, Isabela e também sua parceira Giseli, mulher guerreira e apaixonada, que cuidou do meu mestre até o o ultimo segundo!"

Em entrevista ao G1, Lúcio Mauro Filho recordou outros atributos do amigo que, segundo ele, "foi um dos primeiros pop star do Brasil".

"O Paulo Silvino é um super artista. A gente falando aqui nesses tempos de Pop Star (programa dominical da TV Globo), é bom lembrar que o Paulo Silvino foi um dos primeiros pop star do Brasil, um dos primeiros atores que cantava, teve disco gravado na época da Jovem Guarda, foi roqueiro, quer dizer, foi um homem de mil facetas. E pra mim, em especial, ele foi uma espécie de padrinho porque minha primeira aparição na TV foi junto dele no Balança Mais Não Cai e eu tinha só oito anos de idade. Quero mandar meus sentimentos para a família."

Paulo Silvino morreu em casa, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio.

De acordo com a família, o ator foi submetido a uma cirurgia no ano passado, mas o câncer se espalhou. Os familiares optaram então pelo tratamento dele em casa.

No Twitter, a filha do humorista, Isabela Silvino, agradeceu as mensagens de apoio.

Um dos grandes humoristas da TV brasileira, Paulo Silvino estreou na TV Globo em 1967, com TV Ó – Canal Zero. Nos anos 1970, o humorista trabalhou nos programa Faça Humor, Não Faça Guerra (1970), Uau, a Companhia (1972), Satiricom (1973) e Planeta dos Homens (1976).

Na década seguinte, apresentou o Balança Mas Não Cai, citado por Lúcio Mauro Filho. E também fez muito sucesso no programa Viva o Gordo, ao lado de Jô Soares.

Nas últimos anos, se tornou conhecido pelo bordão "cara, crachá", de seu personagem Severino no humorístico Zorra Total.

LEIA MAIS:

- Guia da OMS quer aumentar chance de sobrevivida de pacientes com câncer

- 'Temos longa viagem pela frente': Michael Bublé se emociona ao falar do câncer do filho de 3 anos

11 livros que vão mudar seu ponto de visto sobre doenças mentais