ENTRETENIMENTO

Panes, brigas e má sorte: O que realmente pode acontecer durante o período de Mercúrio retrógrado?

Astróloga explica de que maneira o pequeno planeta pode influenciar tanto a vida na Terra. ✨

16/08/2017 14:45 -03 | Atualizado 16/08/2017 15:14 -03

É fato que até mesmo a mais cética das almas sente uma pontada de apreensão diante das notícias alarmistas que, de vez em quando, avisam que Mercúrio estará, em breve, retrógrado de novo. Será que esse caos todo vai mesmo acontecer, a gente se pergunta, será que esse negócio funciona realmente, se perguntam (em silêncio, para ninguém perceber) os incrédulos.

A verdade, queiram ou não os avessos à astrologia, é que Mercúrio, vez ou outra, fica, sim, em uma posição diferente da usual em relação à Terra. Quando está no famoso plano retrógrado, ele adota uma velocidade orbital mais baixa quando comparada à do nosso planeta, que segue avançando enquanto ele fica para trás, de modo que a sensação é de que ele retrocede alguns graus no zodíaco. Embora não "ande para trás", ele se movimenta, sim, de modo anormal, passando mais próximo à órbita terrestre.

narvikk

Certo, mas, e qual o poder que essa dança planetária toda tem de afetar a vida das pessoas?

Muito, de acordo com os especialistas.

A influência que normalmente o planeta em questão exercia sofre uma interferência, alterando significativamente o fluxo das coisas no planeta azul. Mercúrio, na astrologia, rege o modo com que pensamos, nossos processos mentais e nosso intelecto – ao ficar retrógrado, faz com que nossas conexões mentais sofram uma perturbação, e alguns aspectos da vida terrestre podem dar muito errado.

A astróloga Ana Leo explica que, por este motivo, durante o período de Mercúrio retrógrado, temos a tendência a pensar e processar informações mais lentamente. Ela alerta que é possível que haja dificuldade de comunicação em geral, inclusive com panes em aparelhos telefônicos:

Esquecemos as coisas com facilidade, falamos uma coisa e não somos bem compreendidos, fazemos um contrato, mas não incluímos uma cláusula importante, alguns e-mails são enviados e não chegam.

E, como Mercúrio também rege os transportes e deslocamentos, outra situação que se pode esperar é a de atraso em entregas, cancelamentos de voos, imprevistos no metrô e ônibus, surpresas com o carro e problemas no trânsito em geral. No entanto, antes de xingar Mercúrio e seu trânsito anormal, Ana esclarece que esta época se trata, na verdade, de uma oportunidade e tanto:

Tudo isso pode ser muito bom, é um ótimo momento para escutarmos mais nossos pensamentos.

O próximo período de Mercúrio retrógrado será em 12 de agosto, e dura até 5 de setembro. Ainda em 2017, a conjunção astrológica se repetirá mais uma vez, de 3 a 22 de dezembro. Depois, só em 2018 e daí por diante, sempre três vezes anuais, variando para, no máximo, quatro.

O que não muda é a duração – sempre de 21 dias. "É um período em que todos nós estamos atualizando nosso software cerebral. E é quando aparecem os bugs no sistema. E, como estamos todos nós passando juntos pela atualização, é comum haver desentendimentos", avisa Ana. Segundo ela, a dica mais importante para passar por estes 21 dias sem grandes sobressaltos é ter atenção máxima a todo tipo de comunicação. "Sabe a brincadeira do telefone sem fio? A informação pode chegar totalmente distorcida ao destino final".

Pessoas que trabalham em áreas em que é exigida criatividade podem experimentar alguns entraves intelectuais. Ana recomenda, por isso, que elas se programem para criar tudo que for possível com antecedência, usando o período retrógrado apenas para revisar aquilo que já foi feito anteriormente.

Atenção redobrada também àqueles que estão dentro das Comunicações diretamente – palestrantes, coachs, jornalistas etc. É possível que haja bloqueios na escrita ou na fala, o que pode atrasar entregas de trabalhos. "Cuidado também ao não revisar os textos e deixar passar erros. Nossos processos mentais estarão fora do ritmo normal".

Nos relacionamentos, o trânsito de Mercúrio pode ressuscitar alguns fantasmas. Como é um momento em que todos estão pensando de uma nova maneira, amores do passado podem ressurgir com novo discurso, então esteja forte para saber se é hora de continuar dizendo "não" ou, quem sabe, tentar um "sim".

"Mal-entendidos do passado podem ressurgir para que você conclua de uma melhor forma. Amores antigos voltam a repensar a relação e, por isso, reaparecem como que surgidos das cinzas", previne a astróloga. "Tudo isso para que a gente possa refinar melhor a nossa comunicação, afinar nossos instrumentos internos para apresentar uma nova sinfonia, que vibre melhor com a nossa realidade e a nossa vida".

Foco na oportunidade

Ana avalia Mercúrio retrógrado, em geral, como uma oportunidade favorável a mudanças e melhoramentos – algo que pode acontecer também a todos que veem o copo "meio cheio", como ela define os otimistas. "Os desafios aparecem em nossas vidas para nos dar a chance de evoluir, desenvolvermos a paciência, entender que não estamos no controle de tudo, nem mesmo das nossas mudanças internas. Uma vez que você tem consciência do processo, você para de ter medo de que ele aconteça", diz a astróloga, que entende que muitos sites, revistas e jornais utilizam a mudança no trânsito astral para "vender o medo", quando, na verdade, poderiam apresentá-la como um período benéfico para toda a humanidade.

Signos regidos por Mercúrio – gêmeos e virgem -, bem como quem tem o planeta Mercúrio retrógrado em seu mapa astral podem sentir mais interferências durante esta fase. No entanto, ela também trará alívio, já que são pessoas que, como explica Ana, já têm um entendimento atípico do mundo, então, com a retrogradação, passam a se sentir como "encaixados" nos eixos novamente.

O mais importante, de acordo com a astróloga, é segurar a onda pelos 21 dias, revisar, rever e repensar a vida em seus mais variados aspectos, tentando, ainda assim, manter o máximo de atenção.

"Não aconselho que as pessoas tomem decisões de que possam se arrepender depois, já que é um período em que estamos processando tudo em um ritmo atípico. Sugiro que aguardem para analisar as questões mais sobriamente", recomenda. "Dura só 21 dias. Qualquer grande decisão na vida pode esperar 21 dias, então para quê arriscar?".

LEIA MAIS:

- 9 maneiras de saber que seu crush de Gêmeos está apaixonado por você

- 11 coisas que todo mundo já ouviu de uma mãe canceriana

Astrologia: O signo das celebridades