COMPORTAMENTO

Entenda os estilos de cerveja, de IPA a Pilsner e muitos outros

É hora de aprender a diferenciar sua IPA das suas Pale Ales.

24/08/2017 16:26 -03 | Atualizado 24/08/2017 16:26 -03
HuffPost

É melhor você saber o que procura antes de entrar na seção de cervejas do supermercado ou de pedir uma gelada no bar. As opções são infinitas. Portanto, se não souber a diferença entre uma Pale Ale e uma Lager, é bem provável que você acabe tomando algo que não queria realmente (ou fazendo como Scott Walker, o governador de Wisconsin, que se contenta com uma cerveja comercial quando há opções muito superiores).

Você pode até achar que "uma cerveja é uma cerveja", mas se engana. Há inúmeras características que diferenciam um tipo do outro. Por isso, antes de gastar com uma opção que não curte, é bom entender os traços que você realmente aprecia em cada estilo.

  • 1. India Pale Ale, mais conhecida como IPA

    Andy Cross via Getty Images
    Sabor: Forte sabor de lúpulo, com um ligeiro (ou extremo) amargor.

    Cor: Geralmente âmbar e um pouco turva, mas agora as IPAs vêm com uma variedade de cores mais claras e escuras.

    Teor alcoólico: Costuma variar de 4,5% a 6%, mas algumas cervejarias tentam recriar as IPAs originais com uma graduação que chega a 8% ou 9%.

    Curiosidade: Durante o século 18, quando tropas britânicas viviam na Índia, a típica pale ale (cerveja clara) que a maioria dos ingleses consumia estragava antes que o navio chegasse à costa indiana. Para prolongar a vida útil da bebida, os cervejeiros adicionaram lúpulo, que é um conservante natural. E foi assim que nasceu o estilo de cerveja mais lupulado.
  • 2. Pale Ale

    Justin Sullivan via Getty Images
    Sabor: No Reino Unido, essa cerveja tem um forte sabor de malte e madeira. Nos EUA, a quantidade de lúpulos aumenta durante a fabricação, fazendo dela uma cerveja lupulada (mas não tanto quanto uma IPA).

    Cor: Dourado claro a âmbar.

    Teor alcoólico: 4% a 7%.

    Curiosidade: Essas cervejas são fabricadas desde 1642, quando o coque (um tipo de combustível derivado do carvão betuminoso) começou a ser usado para torrar o malte.
  • 3. Pilsner

    Joe Raedle via Getty Images
    Sabor: Lúpulos assertivos (mas não tão fortes quanto os das IPAs) e sabores maltados suaves, perfumados e agradavelmente amargos.

    Cor: Dourado, brilhante e transparente.

    Teor alcoólico: Geralmente 5%.

    Curiosidade: Pilsner é um dos estilos mais jovens do mundo, fabricado pela primeira vez em 1842.
  • 4. Cervejas de Trigo

    The AGE via Getty Images
    Sabor: Varia muito dependendo dos estilos do trigo, mas costumam ser leves, com baixa carga de lúpulo e sabor de levedura, o que as torna ideais para o verão.

    Cor: Assim como o paladar, as cores também variam, mas essas cervejas têm uma turbidez característica devido à proteína do trigo usado na receita.

    Teor alcoólico: 3% a 7%.

    Curiosidade: Diversos estilos se enquadram no guarda-chuva das cervejas de trigo – Hefeweizen, Berliner Weisse e Belgian Witbier, para citar alguns exemplos –, mas todos são feitos com malte de trigo e malte de cevada.
  • 5. Brown Ale

    Portland Press Herald via Getty Images
    Sabor: As Brown Ales têm um alto nível de malte, o que as deixa mais terrosas e menos amargas. Os sabores variam de doce a levemente lupulado, passando por terroso e maltado.

    Cor: Âmbar escuro.

    Teor alcoólico: 4% a 8%.

    Curiosidade: É um estilo de cerveja bem antigo, que remonta ao início do século 18.​​​​​​.
  • 6. Porter

    zmurciuk_k via Getty Images
    Sabor: Suave, com notas de grãos torrados, chocolate e caramelo.

    Cor: Muito escura, quase opaca.

    Teor alcoólico: 4% a 7,5%.

    Curiosidade: As Porters haviam quase desaparecido, substituídas pelas Stouts, até que a Anchor Brewing Company retomou sua produção nos anos 70. Foi a primeira cervejaria dos EUA a fabricar uma Porter após a Lei Seca.
  • 7. Stout

    Reuters Photographer / Reuters
    Sabor: Forte sabor de torrefação, com toques de café, chocolate, alcaçuz e melaço – e com pouco aroma de lúpulo.

    Cor: Muito escura, com uma espuma geralmente bronzeada.

    Teor alcoólico: 4% a 7%.

    Curiosidade: Historicamente, não havia distinção entre Porters e Stouts. No entanto, à medida que as Porters ficaram mais fracas devido às restrições pela escassez de grãos durante as duas Guerras Mundiais, as pessoas começaram a se referir a Porters fortes como Stouts. E assim nasceu um novo estilo de cerveja.
  • 8. Sour Beers

  • Andrew Lahodynskyj via Getty Images
    Sabor: Ácido, rústico ou azedo. Às vezes frutado, se fabricadas com frutas.

    Cor: Varia muito dependendo do estilo da Sour e da fruta usada na preparação.

    Teor alcoólico: 4% a 10%, verifique os rótulos!

    Curiosidade: O sabor azedo se deve a bactérias e leveduras selvagens.

LEIA MAIS:

- Como o álcool atrapalha seu sono e o que fazer para evitar o problema

- Quer viver mais? Beba café, dizem pesquisas

9 mitos sobre o álcool