MULHERES

Empresa aérea indiana dá proteção às mulheres contra assédio

Serviço foi criado para tentar proteger passageiras durante voo.

01/08/2017 15:57 -03 | Atualizado 01/08/2017 15:57 -03
Bloomberg via Getty Images
Empresa aérea indiana dá proteção às mulheres contra assédio.

A companhia aérea indiana Vistara lançou um novo serviço destinado às mulheres que viajam sozinhas para protegê-las de um possível assédio.

Chamada "Woman Flyer", a nova medida propõe ajuda com bagagens, acompanhamento ao transporte terrestre e assento preferencial na janela ou no corredor - não no meio.

Com sede na Nova Déli, a Vistara afirma que entre 75 e 100 mulheres utilizam o serviço gratuito a cada dia. Segundo Sanjiv Kapoor, diretor comercial e estratégico da companhia, a iniciativa foi criada após algumas mulheres pedirem ajuda depois da aterrissagem.

De acordo com a Global Business Travel Association, a Índia está prestes a se tornar o sexto maior mercado de viagens corporativas do mundo até 2019. No entanto, o país tem uma fama internacional de não ser seguro para as mulheres, particularmente depois do brutal caso de estupro, tortura e assassinato de uma estudante que foi atacada em um ônibus público em Nova Déli em 2012.

Os casos se tornaram tão rotineiros que o governo indiano introduziu carros particulares e ônibus especialmente para mulheres e crianças.

Leia mais notícias em ANSA

LEIA MAIS:

- No Brasil ou na Índia, mulheres ainda são vistas como pedaço de carne

- Em decisão unânime, Tunísia aprova lei histórica de combate à violência contra mulheres

6 frases que nenhuma mulher deveria ouvir em 2015