VOZES

Um vídeo poderoso para lembrar as crianças que 'o negro é lindo'

'Você não é bonita para uma negra. Você é bonita, ponto.'

28/07/2017 18:38 -03 | Atualizado 28/07/2017 18:38 -03

Um novo vídeo divulgado segunda-feira intitulado "The Talk" aborda de forma convincente o impacto do viés racial, olhando para a questão através da lente de pais negros nos Estados Unidos.

O vídeo -- que foi lançado pela My Black Is Beautiful, uma marca de beleza de Procter & Gamble -- é um clipe poderoso de dois minutos que explora o preconceito racial, descrevendo alguns dos fardos que pesam sobre os pais de crianças negras, forçados a ter conversas necessárias, mas difíceis, com seus filhos sobre sobrevivência e autoestima.

O vídeo acompanha vários pais negros que conversam com seus filhos sobre as maneiras pelas quais a cor de pele pode afetar como eles são percebidos e tratados pelos outros. Em um cenário, uma mãe pergunta ao filho se ele está com a carteira de identidade antes de ir para o treino, caso ele seja detido pela polícia. Em outro, uma mãe instrui sua filha, que acaba de tirar a carteira de motorista, sobre o que fazer caso ela seja parada por um policial. Na cena de abertura, uma menina dizendo para a mãe que lhe disseram que ela era "bonita para uma menina negra", ao que a mãe responde: "Você não é bonita para uma menina negra. Você é bonita, ponto".

"Nosso objetivo com 'The Talk' é ajudar a aumentar a conscientização sobre o impacto desse viés", disse ao HuffPost Damon Jones, diretor de comunicações da Procter & Gamble. "Também esperamos poder progredir em direção a um futuro menos tendencioso ao reconhecer o poder de pessoas de todas as origens e raças".

Com estudos recentes indicando que as meninas negras são vistas como menos inocentes do que garotas brancas com apenas cinco anos de idade, com garotos negros frequentemente vistos como uma ameaça aos olhos da polícia, os pais de crianças negras frequentemente vivem com preocupação e desconforto. Jones disse esperar que vídeos como este ajudem a aumentar a consciência social em torno do impacto que o viés pode ter em todas as nossas vidas e lembrar as pessoas das várias formas que esse viés pode ter, em relação a gênero, raça, idade, peso, orientação sexual e muito mais.

"É hora de todos conversar sobre esse assunto", diz uma das últimas mensagens no vídeo, incentivando as pessoas a continuar a conversa online usando a hashtag #TalkAboutBias. "Vamos conversar sobre a conversa para que não precisamos mais falar do assunto."

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

- Por que a indicação e a premiação de atores negros no Globo de Ouro é importante

- O dia em que minha consciência negra despertou

6 exemplos do poder da representatividade do negro