MULHERES

No Afeganistão, este personagem de 'Vila Sésamo' vai lutar para que meninas possam estudar

Zeerak vai lutar pela igualdade de gênero e a educação das meninas, temas muito importantes em um país onde as garotas são sistematicamente excluídas das oportunidades educacionais.

18/07/2017 18:20 -03 | Atualizado 18/07/2017 18:21 -03
Divulgação
No Afeganistão, personagem de 'Vila Sésamo' vai lutar para que meninas possam estudar.

O Afeganistão é palco de violências, ainda mais acentuadas em relação às mulheres. Mas o país ganhou um defensor um tanto inusitado para os direitos delas.

O novo personagem do programa Vila Sésamo é um menininho que vai promover a igualdade entre os gêneros.

No mês passado, Zeerak, um muppet laranja de 4 anos, foi apresentado. Ele se unirá à sua grande irmã em Baghch-e-Simsim, a versão local do Afeganistão para Vila Sésamo. A série educacional é focada em crianças em idade escolar.

De acordo com a nota da assessoria, Zeerak vai lutar pela igualdade de gênero e a educação das meninas, temas muito importantes em um país onde as garotas são sistematicamente excluídas das oportunidades educacionais.

As crianças do Afeganistão vão conhecer Zeerak um pouco mais de um ano depois que sua irmã, Zari, fez sua estréia no show. A menina de 6 anos também tem sido uma grande defensora do empoderamento feminino.

"Em um país onde os homens dominam tudo, como o Afeganistão, acho que você tem que tomar algumas atitudes para que os homens respeitem as mulheres. Então, trazendo um personagem masculino que respeite um personagem feminino, você ensina aos afegãos que você deve respeitar sua irmã do mesmo modo que você faz com o seu irmão", declarou Massood Sanjer, chefe da TOLO TV, que transmite o show em entrevista a Associated Press.

Durante o governo do Talibã na década de 1990, leis severas foram implementadas no país para restringir drasticamente as oportunidades sociais para mulheres e meninas, incluindo a proibição da escola para as meninas e, em grande parte, proibir as mulheres de trabalhar fora do lar.

Embora o Afeganistão tenha feito progressos em termos de oportunidades educacionais para as meninas, o país ainda está muito atrasado nas categorias que medem o desenvolvimento humano e a igualdade de gênero.

Para demonstrar a importância da educação, Zeerak e Zari vão discutir os benefícios da escola, e Zeerak vai ouvir as histórias diárias de sua irmã.

"Sabemos que as crianças aprendem melhor quando conseguem se identificar com personagens, e a pesquisa mostra que Zari tem sido um modelo poderoso para meninos e meninas", disse Sherrie Westin, vice-presidente executivo da Sesame Workshop.

LEIA MAIS:

- Margaret Atwood: 'Feminismo não é só achar que as mulheres estão sempre certas'

- Além da matemática: A premiada Maryam Mirzakhani também foi revolucionária

18 livros para entender mais sobre feminismo e direitos das mulheres