VIRAL

Esta capa da Capricho é a prova de que não vivemos os anos 90, sobrevivemos a eles

Tem tanta coisa errada nesta capa da Capricho de 1999 que nem sabemos por onde começar.

17/07/2017 13:20 -03 | Atualizado 17/07/2017 15:59 -03

O ano era 1999.

E a Capricho, uma das revistas para adolescentes de maior circulação do Brasil, publicou esta capa com a atriz Debora Secco, na época com 19 anos:

Reprodução

Tem tanta coisa errada que nem sabemos por onde começar.

Aqui estão algumas das chamadas da revista voltada para adolescentes entre 11 e 17 anos na década de 90.

"Paixão por homens mais velhos: "Ele me ensinou a transar". Deborah Secco, 19 anos, fala sobre sua vida ao lado de um homem de 38 anos"

Rogério, do Jota Quest: "Não dá para ser fiel!"

A feiticeira ensina como endurecer o bumbum, as pernas e a barriga

Incrível! Meninos ainda pagam para fazer sexo

Conheça os irmãos de Carla Perez, Bruno de Lucca, Luciano Huck e Camila Pitanga

A capa foi relembrada no Facebook, e com ela, ficou a pergunta: como sobrevivemos aos anos 90?

No início dos anos 2000, a revista era quinzenal e tinha uma tiragem média de 100 mil exemplares por edição. Em 2015, a editora Abril deixou de imprimir a revista e, desde então, a Capricho tem apenas a plataforma online.

Apesar desta capa assustar muita gente hoje em dia, elas eram consideradas um tanto normais nos anos 90 e início dos 2000. Basta olhar a capa da revista Contigo, dos anos 2000:

Reprodução

"Sou um predador. A mulher é a caça", disse Zezé di Camargo, em 2000. Sem mais.

LEIA MAIS:

- Tem muita coisa errada acontecendo nesta capa da 'Contigo!' do ano 2000

- Esta página da Contigo! dos anos 90 é a prova de que as celebridades brasileiras são uma espécie rara

Anos 90: 16 desenhos animados #girlpower