MULHERES

Esta animação 'Le Clitoris' vai te contar como aconteceu a descoberta do clitóris

“Mulheres são sortudas. Elas têm o único órgão do corpo humano dedicado exclusivamente para o prazer: o clitóris!”

29/06/2017 14:15 -03 | Atualizado 29/06/2017 14:16 -03
Reprodução
Esta animação 'Le Clitoris' vai te contar como aconteceu a descoberta do clitóris

"Mulheres são sortudas. Elas têm o único órgão do corpo humano dedicado exclusivamente para o prazer: o clitóris!"

É com essa frase que o mini-documentário Le Clitoris começa a contar um pouco da história de descoberta do órgão feminino.

Dirigido pela canadense Lori Malépart-Traversy entre 2015 e 2016, quando finalizava o curso de cinema na Universidade de Montreal, o curta já ganhou mais de 10 prêmios em festivais.

Ele também foi exibido na Mostra Erótica do Animage, Festival Internacional de Animação de Pernambuco, em novembro do ano passado.

De forma delicada e bem humorada, os três minutos do vídeo querem desmistificar a sexualidade e o prazer feminino.

Ao informar sobre a anatomia do corpo da mulher, o vídeo também incentiva o autoconhecimento de cada uma delas sob os seus próprios corpos.

"O clitóris tem raízes longas. O que vemos é só a pontinha do iceberg", brinca a diretora.

A tal da 'pontinha do iceberg' é composta por milhares de terminações nervosas que concentram nela pontos de prazer e são bem mais sensíveis ao toque.

Assim como o pênis, quando estimulado, o clitóris passa por um processo de ereção e pode aumentar em até 2 cm o seu tamanho.

LEIA MAIS:

- 14 homens e mulheres abrem o jogo sobre o sexo na menstruação

- O ponto G e o 'orgasmo vaginal' são mitos, segundo novo estudo

Casais de Pessoas do Mesmo Sexo <3