LGBT

10 livros imperdíveis para quem quer ler autores LGBT

Ficção, autobiografia, quadrinhos e super-heróis – prepare-se para colocar (mais) esses títulos em sua lista de leituras

29/06/2017 13:42 -03 | Atualizado 30/06/2017 11:33 -03

A literatura nos oferece a possibilidade de identificação: histórias e personagens, mesmo que ficcionais, podem dizer muito a respeito de nós e da vida real em geral.

Seja em obras literárias, independente de gêneros, ou nos quadrinhos, autores lésbicas, gays, bi ou trans retratam experiências nas quais qualquer outro LGBT pode se sentir representado. Ou qualquer outra pessoa pode entender mais o mundo por meio desse ponto de vista.

O HuffPost Brasil preparou uma lista de livros escritos apenas por autores LGBT. Todos têm se destacado no atual cenário das narrativas contemporâneas:

1. Apenas uma Garota, de Meredith Russo

Divulgação

Inspirada em suas próprias experiências de vida, a escritora Meredith Russo conta no livro a história de Amanda, adolescente que acaba de se mudar para uma nova cidade. Além dos desafios de se adaptar à nova escola e à casa em que vive agora com o pai, que ela não via há anos, Amanda tem a oportunidade de começar do zero uma nova vida. Quando ela se apaixona por Grant, a personagem quer contar todos seus segredos a ele, mas tem receio de que o rapaz não a aceite como ela é – antes de ser Amanda, ela era Andrew. Apenas uma Garota aborda a temática trans na adolescência com leveza e otimismo; como a própria autora disse em entrevista ao Washington Post, ela "só queria um livro no qual acontecessem coisas boas a uma pessoa trans".


Editora: Intrínseca

Páginas: 240

Preço: R$ 39,90; e-book R$ 24,90

2. Lucas & Nicolas – Um Amor Adolescente, de Gabriel Spits

Divulgação

A adolescência nunca é fácil. Hormônios em fervura, sentimento de alienação e o primeiro amor são experiências frequentes nessa fase. No entanto, ela pode ser ainda mais difícil para quem é gay e vítima de bullying na escola. É o caso do nerd Lucas, neste primeiro romance de Gabriel Spits. Oprimido pelo ambiente homofóbico em que vive, numa cidadezinha no interior de São Paulo, Lucas encontra refúgio ao conversar pela internet com um amigo gay assumido e com orgulho. Quando um novo garoto surge na escola, o atleta, popular e bonitão Nicolas, acaba sendo responsabilidade do protagonista ajudar o "forasteiro" com os estudos, com os quais o rapaz tem bastante dificuldade. Lucas percebe que tem sentimentos pelo novo colega – uma situação na qual, desta vez, ele pode não encontrar refúgio. Lucas & Nicolas é uma leitura que pode ajudar pais e professores a entender o que se passa na mente de um adolescente gay que vive o despertar de sua sexualidade.

Editora: Fábrica231/Rocco

Páginas: 272

Preço: R$ 29,50; e-book R$ 19

3. Nimona, de Noelle Stevenson

Divulgação


Uma das quadrinistas mais elogiadas de sua geração, Noelle Stevenson (Lumberjanes) narra em Nimona a jornada da personagem-título, que sonha em ser comparsa do terrível vilão Lorde Ballister Coração-Negro. Metamorfa destemida e sem medo de dizer o que pensa, a garota contraria quaisquer estereótipos de representação feminina na cultura pop. Nimona mistura fantasia com ação e comédia, proporcionando boas risadas e diversão aos leitores. A obra tornou Stevenson finalista dos disputados prêmios National Book e Eisner, a principal premiação de quadrinhos, e best-seller do New York Times. Atualmente, uma adaptação para o cinema é preparada pela 20th Century Fox Animation, o estúdio de animação da Fox.

Editora: Intrínseca

Páginas: 272

Preço: R$ 49,90; e-book R$ 34,90


4. Você É Minha Mãe?, de Alison Bechdel

Divulgação

A quadrinista Alison Bechdel é conhecida pela série de tirinhas cult Dykes to Watch Out For, por criar o famoso teste que avalia a representação de mulheres na mídia, e pela graphic novel autobiográfica Fun Home – Uma Tragicomédia em Família. Em Você É Minha Mãe?, continuação de Fun Home, a autora aposta novamente na própria vida em família e no senso de humor para contar como foi crescer em meio à pessoas neuróticas e frustradas. Desta vez, ela fala sobre a mãe, que nunca mais encostou em Bechdel desde que a artista completou sete anos de idade. Com o retrato deste complicado relacionamento, a autora intercala suas explorações de psicanálise e obras literárias, como Ao Farol (1927), um dos clássicos de Virginia Woolf.

Editora: Quadrinhos na Cia./Companhia das Letras

Páginas: 304

Preço: R$ 62,90

5. Garotas Normais, de Georgia Clark

Divulgação

Elogiado pela crítica por seu humor afiado, Garotas Normais conta a história de três amigas de vinte e poucos anos que vivem em Nova York, Evie, Krista e Willow. Elas tentam se estabelecer na vida – mesmo com as muitas dificuldades e questões inerentes à idade –, mas tudo muda quando uma delas encontra uma poção mágica chamada "Bonita", cujo nome já é bastante autoexplicativo. Dá certo: as garotas realmente ficam mais bonitas e muitas boas novidades aparecem em suas vidas, mas quando o efeito do líquido passa, elas têm que lidar com o lado obscuro dessa escolha. Em Garotas Normais, a australiana Georgia Clark oferece uma bem humorada reflexão sobre beleza feminina e valores individuais. A autora também é roteirista e performer.

Editora: HarperCollins Brasil

Páginas: 368

Preço: R$ 44,90

6. Muchacha, de Laerte

Divulgação

"Nostálgica" pode ser um dos adjetivos para definir esta obra de Laerte. Originalmente publicada na Folha de S.Paulo em tirinhas, Muchacha resgata o universo das séries televisivas de aventura dos anos 1950, no qual se ambientam os personagens Capitão Tigre, Sulfana, Milhafre, Lairo, Djalma e Cabayba. Com o humor surrealista e a metalinguagem que lhe são de praxe, a autora resgata nesta "graphic-folhetim" as memórias afetivas de sua infância.


Editora: Quadrinhos na Cia./Companhia das Letras

Páginas: 96

Preço: R$ 34,90

7. A Menina Submersa: Memórias, da Caitlín R. Kiernan

Divulgação

India é esquizofrênica e escreve suas memórias em um livro para tentar entender melhor os próprios pensamentos e não se deixar ser consumida pela doença mental, algo recorrente em sua família. Tudo muda quando India dá uma carona a Eva Canning, ao encontrá-la nua à beira de uma estrada. Após Canning ir embora de sua vida, India inicia uma pesquisa obsessiva a respeito do passado da mulher, mas já sem ter noção do que é real ou não. Por A Menina Submersa: Memórias – um livro com personagens lésbicas e trans –, Kiernan venceu o Bram Stoker, importante prêmio da literatura de terror e fantasia dark. A escritora é conhecida pelas suas narrativas sombrias e fantásticas.

Editora: DarkSide Books

Páginas: 320

Preço: R$ 39,30

8. Bonequinha de Luxo, de Truman Capote

Divulgação

A jovem Holly Golightly tem uma vida regada a festas e presentes que homens ricos lhe dão. Carismática, esperta e rosto frequente na café society de Nova York, ela captura a atenção de um jovem escritor que vai morar no mesmo prédio, alguns andares acima. Conforme ele se fascina cada vez mais por Holly, mais mistérios ela parece esconder atrás de seus óculos escuros. Que tipo de vida será que Holly tinha antes de ser quem é hoje? Bonequinha de Luxo é uma das obras mais importantes do jornalista e escritor Truman Capote. Por meio da personagem principal, ele faz observações afiadas sobre a elite de Nova York. No livro, outros três contos de Capote acompanham esta novela. Em 1961, Bonequinha de Luxo foi adaptada para o cinema, com Audrey Hepburn no papel de Holly e direção de Blake Edwards, um dos grandes nomes da comédia clássica hollywoodiana.

Editora: Companhia das Letras

Páginas: 152

Preço: R$ 38; e-book R$ 25

9. Crise Infinita: Edição Definitiva, de Geoff Johns e Phil Jimenez

Divulgação

Uma das histórias em quadrinhos mais aclamadas da DC, Crise Infinita mostra os super-heróis Mulher-Maravilha, Batman e Superman separados por desavenças em um momento em que há muito em jogo. O caos reina no universo com guerras e diversos robôs que matam seres com superpoderes à solta. Nisso, versões de Lex Luthor, Superman, Lois Lane e Superboy vindas de mundos paralelos surgem para impôr a ordem. A minissérie foi publicada originalmente entre 2005 e 2006 e marca uma reorganização do multiverso nas histórias da DC, em que vários mundos existem e cada um tem sua versão da Terra. Crise Infinita foi desenhada por Phil Jimenez, artista pioneiro ao se declarar gay publicamente em 1992.

Editora: Panini Comics

Páginas: 268

Preço: R$ 67

10. Foucault e a Teoria Queer, de Tamsin Spargo

Divulgação

Dentre os assuntos presentes nos estudos e reflexões do filósofo francês Michel Foucault (1926-1984) também estão gênero e sexualidade. Neste livro, a escritora e acadêmica britânica Tamsin Spargo, por meio das observações de Foucault, explora as raízes filosóficas e culturais do momento em que vivemos hoje, no qual a discussão de gênero e orientação sexual se amplia cada vez mais, e as relacionado ao desenvolvimento da teorias queer. "Foucault não foi o primeiro a afirmar que a sexualidade é construída socialmente, mas é inegável que, a partir dos anos 1980, sua obra teve maior impacto e influência no avanço de estudos sobre gays e lésbicas, bem como nos estudos culturais da sexualidade", reflete a autora. Os ensaios de Spargo presentes no livro, que chega às lojas em julho deste ano, também abordam teorias de outros filósofos.

Editora: Autêntica

Páginas: 96

Preço: R$ 39,80

LEIA MAIS:

- 11 livros para entender por que é importante ser feminista, segundo 9 ativistas

- 18 livros infantis para falar de emoções com os seus filhos

18 livros para entender mais sobre feminismo e direitos das mulheres