MUNDO

Proibidos de usar shorts, estes trabalhadores resolveram vestir saias

Muito calor na Europa!

24/06/2017 12:05 -03 | Atualizado 24/06/2017 12:09 -03
Reprodução
Franceses foram proibidos de usar shorts no trabalho e resolveram vestir saias.

Na Europa, o verão chegou com tudo e as temperaturas em muitas cidades passam facilmente dos 35°C.

Por isso, na cidade de Nantes, no noroeste da França, um grupo de motoristas de ônibus decidiu protestar contra a proibição de usar shorts e bermudas para o trabalho vestindo minissaias.

Devido às altas temperaturas, os motoristas da cidade fizeram um pedido para a companhia de transportes para que eles pudessem usar roupas mais leves e casuais nas épocas mais quentes do ano.

No entanto, com o pedido recusado, um grupo de seis homens decidiu protestar usando saias e doando este tipo de peça para outros motoristas que desejam se unir ao ato.

"Nós perguntamos se poderíamos usar roupas compatíveis às altas temperaturas, mas nos disseram que não podíamos usar shorts. Já que saias são autorizadas, nós as estamos usando", afirmou Didier Sauvetre, representante de um sindicato de motoristas da região, ao jornal local "Press Ocean".

Já outro de seus colegas, Gabriel Magner, disse que achava injusta a proibição e ressaltou que "mulheres podem usar saias, mas homens não".

"Os escritórios dos nossos chefes têm ar-condicionado, o que não é o caso da maioria dos nossos veículos. Passar mais de sete horas em um veículo em temperaturas de 50 °C não é fácil", disse o motorista que também contou que o grupo está pedindo a permissão para usar shorts desde 2013.

No entanto, o presidente da companhia de ônibus Semitan, Pascal Bolo, afirmou que as normas de vestimentas não mudarão e que no ano passado, a empresa já incluiu "calças de verão", mais leves e menos quentes.

"É difícil, mas é só por alguns dias do ano. Nós não estamos em Monpellier [no sul da França] no fim das contas. Todos os novos ônibus têm ar condicionado até no compartimento de motoristas e o meu escritório não tem", concluiu Bolo.

Leia mais notícias em ANSA

LEIA MAIS:

- Emma Watson está escondendo exemplares de 'O Conto de Aia' por Paris
- Príncipe Harry quer uma vida 'comum': 'Alguém na família real quer ser rei? Não acredito'

As imagens da 21ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo