MUNDO

Príncipe Harry quer uma vida 'comum': 'Alguém na família real quer ser rei? Não acredito'

"Tem alguém na família real que quer ser rei ou rainha? Eu não acredito, mas vamos cumprir nossos deveres no momento certo."

22/06/2017 13:32 -03 | Atualizado 22/06/2017 13:45 -03
Getty Images
Príncipe Harry fala sobre morte da mãe e sucessão da família real.

A rainha Elizabeth II carrega a sua coroa há mais de 65 anos, mas, de acordo com o príncipe Harry, poucas pessoas na família real invejam o seu trono.

Em entrevista a revista Newsweek, publicada na última quarta-feira (21), Harry afirmou que a monarquia era "forçada pelo bem", mas que ele e seu irmão mais velho, o Príncipe William, estariam tentando mudar essa imagem.

"Estamos envolvidos na modernização da monarquia britânica. Não estamos fazendo isso por nós mesmos, mas pelo bem maior do povo. Tem alguém na família real que quer ser rei ou rainha? Eu não acredito, mas vamos cumprir nossos deveres no momento certo", declarou.

Harry também falou sobre a morte de sua mãe, a Princesa Diana.

"Minha mãe tinha acabado de morrer, e eu tive que percorrer um longo caminho atrás de seu caixão, cercado por milhares de pessoas me observando, enquanto milhões de outras me assistiam na televisão. Eu não acho que qualquer criança deveria ser convidada a fazer isso, sob qualquer circunstância. Eu não acho que isso aconteceria atualmente."

Em abril, o príncipe revelou em entrevista ao Daily Telegraph que não falar sobre o luto ou sobre a morte de sua mãe o levou a dois anos de "caos total" e que ele esteve "muito perto" de um colapso.

Aos 28 anos, seguindo um conselho do irmão mais velho, Harry buscou por ajuda profissional

A morte da princesa Diana chocou o mundo. Ela sofreu um acidente de carro em Paris, em 1997, quando Harry tinha apenas 12 anos e o príncipe William 15.

Desde então, ele, que é o quinto na linha sucessória ao trono, declara que está se esforçando para manter uma vida "normal".

"Às vezes eu ainda sinto que estou morando em um aquário de peixinho dourado, mas agora eu o administro melhor [...] Minha mãe teve uma grande influência em me ensinar a ter uma vida comum, incluindo levar eu e meu irmão para ajudar pessoas sem-teto. Graças a Deus, não estou completamente excluído da realidade. As pessoas ficariam maravilhadas com a vida comum que William e eu levamos. Eu faço minhas próprias compras. Às vezes, quando eu estou próximo do balcão de carne no meu supermercado local, eu me preocupo se alguém está me fotografando com o telefone. Mas estou determinado a ter uma vida relativamente normal, e se eu tiver a sorte de ter filhos, eles também podem ter um. Mesmo que eu fosse rei, eu faria minhas próprias compras."

Mas, apesar do desejo de viver normalmente, como qualquer outro britânico, o príncipe Harry reconhece que a sua posição sempre terá uma áurea diferente.

"Equilibrar é delicado. Nós não queremos acabar com a magia [da família real]... Os britânicos e o mundo inteiro precisam de instituições como essa."

LEIA MAIS:

- Príncipe Harry é pedido em casamento e dá a MELHOR resposta ❤
- 11 momentos em que a fofura do príncipe George derreteu nossos corações

A simpatia do príncipe George III