ENTRETENIMENTO

A consagração de Elza Soares como guerreira está na capa da Rolling Stone Brasil

Edição chega às bancas na semana em que a cantora carioca completa 80 anos.

22/06/2017 14:03 -03 | Atualizado 22/06/2017 15:36 -03

Às vésperas de completar 80 anos, Elza Soares estampa pela primeira vez a capa da revista Rolling Stone Brasil. E ela está deslumbrante.

"A sagração da guerreira que ultrapassou fome, abuso e morte para continuar cantando", diz a chamada da edição de julho, que chega às bancas nesta semana.

Divulgação

Na edição, com ensaio assinado pelo fotógrafo Daryan Dornelles, a cantora recorda os grandes momentos e as tragédias de sua trajetória e fala sobre o prolongado sucesso do álbum A Mulher do Fim do Mundo, lançado em 2015.

Celebrado pela crítica e premiado internacionalmente, o disco conquistou uma nova geração de fãs ao mostrar mais uma vez o inabalável engajamento da diva carioca em questões sociais, que vão do empoderamento feminino à questão racial.

Para alegria dos fãs, a revista também revela que Elza está preparando uma biografia, um novo álbum e ganhará em breve filme e musical sobre sua vida.

No Twitter, ela compartilhou algumas imagens dos bastidores do ensaio fotográfico.

Na semana de lançamento da edição, Elza também comemora a marca de 1 milhão de visualizações no YouTube do videoclipe da canção que dá nome ao disco.

Com direção de Paula Gaitán, o vídeo de A Mulher do Fim do Mundo intercala a presença atrizes negras e a própria Elza Soares numa narrativa repleta de cores, luzes e sentimentos.

Assista:

Além de Elza Soares, a edição de julho da Revista Rolling Stones Brasil tem também uma versão de capa com Chris Cornell, ícone do rock grunge, que cometeu suicídio no último dia 18 de maio, aos 52 anos.

LEIA MAIS:

- Elza Soares fala sobre feminismo, o amor por Garrincha e como cantar ainda é 'remédio bom'

- Elza Soares vence Grammy Latino por disco 'A Mulher do Fim do Mundo'

5 novos livros para pensar sobre as condições do negro no Brasil