MUNDO

Donald Trump cancela acordo de aproximação com Cuba

O presidente americano também anunciou que irá reforçar o embargo econômico contra Cuba, além de restringir viagens individuais de americanos para a ilha.

16/06/2017 15:27 -03 | Atualizado 16/06/2017 15:28 -03
ERIC THAYER / Reuters
Donald Trump cancela acordo de Obama com Cuba.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta sexta-feira (16) o cancelamento do acordo de reaproximação com Cuba assinado pelo governo de Barack Obama em 2015.

"Eu estou cancelando o acordo completamente unilateral da última administração [Obama] assinado com Cuba", afirmou Trump em um comício realizado em Little Havana, na cidade de Miami.

O presidente americano também anunciou que irá reforçar o embargo econômico contra Cuba, além de restringir viagens individuais de americanos para a ilha.

As empresas americanas também estão proibidas de negociar com as cubanas, de acordo com a decisão de Trump. Para ele, o regime de Raúl Castro em Cuba tem uma "natureza brutal".

Apesar de ser uma mudança significativa na estratégica de descongelamento das relações entre Cuba e EUA promovida pelo ex-presidente Barack Obama, a Casa Branca garantiu que Trump não tem a intenção de reverter todos os avanços obtidos nos últimos anos.

Dessa maneira, as relações entre Havana e Washington deverão ser mantidas, assim como os acordos entre companhias aéreas para voos entre os dois países.

Mesmo assim, Trump pretende ser mais agressivo com Cuba, exigindo eleições livres e a libertação de presos políticos como condição para novos acordos na agenda bilateral.

LEIA MAIS:

- EUA anunciam retomada de relações diplomáticas com Cuba
- O Copo meio Cheio
- Cuba aprova lei proibindo dar nome de Fidel Castro a locais públicos

Caras e Bocas de Donald Trump