MULHERES
08/06/2017 18:26 -03 | Atualizado 08/06/2017 18:50 -03

'Lálá', novo clipe de Karol Conka, tem uma mensagem que não deixa dúvidas

"Direitos de prazer iguais, mais compreensão."

Reprodução
Karol Conka lança clipe de 'LáLá'.

Muitos já se perguntaram sobre os quereres de uma mulher... E Karol Conka tem um recado simplesmente direto sobre o desejo e o prazer feminino.

No clipe de LáLá, divulgado nas redes sociais nesta quinta-feira (8), a rapper traz um ~hino~ em defesa ao sexo oral em mulheres.

Em seu Facebook, ela explicou a ideia:

"Escrevi essa música na intenção de informar as pessoas da necessidade da prática e da técnica do sexo oral na mulher. Tive a ideia de fazer um clipe com uma equipe toda formada por mulheres de forte posicionamento."

Depois, de ter colaborado com a MC Carol em 100% feminista, o novo single de Conka traz a discussão para o mesmo universo.

Frases como "Mal sabe a diferença de um clitóris pra um ovário"; "Fazer um lalá por várias horas"; "Quero ser bem atendida" e "Quebra esse tabu, isso não é nenhum favor" compõem a letra da música que causa impacto logo na primeira vez que é escutada.

Ela definitivamente não tem papas na língua.

Mas, se tem uma frase que resume o recado, talvez seja essa: "Direitos de prazer iguais, mais compreensão."

Por muito tempo, para as mulheres, conhecer o próprio corpo foi considerado um tabu e sequer se falava sobre o prazer, considerado poibido. Ainda hoje há que enxergue uma relação sexual não como troca, mas como uma atividade em que a mulher deve satisfazer a vontade do homem. E apenas isso.

Ainda bem que temos Conká - e outras tantas mulheres - que lutam por mais igualdade entre os gêneros e o direito das mulheres sobre os seus corpos.

O vídeo, com produção da Paranoid, e direção de Vera Egito e Camila Cornelsen, tem cores enérgicas, vários looks poderosos, além das frutas e das imagens que fazem referência à vagina completam o combo. E, é claro, a presença forte de várias mulheres.

Na redes sociais, LáLá foi só elogios:

Se, em uma primeira olhada, o teor da música pode chegar a incomodar alguns, para os fãs de carteirinha da artista está claro que ela conseguiu tombar novamente...

LEIA MAIS:

- Karol Conka fala sobre racismo, empoderamento da mulher negra e machismo dentro do rap naciona
- Karol Conka e MC Carol no Lollapalooza: Vai ter negra empoderada no palco sim!

18 livros para entender mais sobre feminismo e direitos das mulheres