LGBT

Estudantes de todo o Brasil usam batom em solidariedade a aluno repreendido por escola

Hashtag #BatomPodeHomofobiaNÃO convocou estudantes de todos os gêneros a usarem batom na escola nesta quinta.

01/06/2017 14:49 -03 | Atualizado 01/06/2017 14:50 -03
Reprodução/Twitter
Até famosos e políticos apoiaram a causa. 

Estudantes de todo o Brasil usaram batom nas salas de aula nesta quinta-feira (1) como forma de protesto a uma repreensão sofrida por jovem em uma escola de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro.

Ontem, Diego Archanjo, de 17 anos, foi levado à diretoria do pré-vestibular Sistema de Ensino Elite e orientado a não usar batom na sala de aula. O adolescente contou nas redes sociais que foi alertado pela diretoria da escola que o uso do batom poderia gerar discriminação por parte de outros alunos e foi pedido que ele evitasse usá-lo.

"Eu agradeço a preocupação dela [diretora], só não entendi o porquê de não poder usar, já que outros alunos usam", escreveu no Facebook, ressaltando que a coordenadora que o repreendeu não foi grosseira e se preocupou com o aluno. "Ela é vitima desse machismo tanto quanto nós. Ela se preocupou comigo e com a minha segurança, apenas foi da maneira errada."

O desabafo gerou solidariedade nas redes sociais e a hashtag #BatomPodeHomofobiaNAO foi criada como protesto. Um perfil atrelado aos alunos do colégio convocou estudantes de outras unidades do Sistema de Ensino Elite para usarem batom nesta quinta.

Colegas e estudantes de todas as partes do País se solidarizaram com a causa e postaram nas redes suas fotos usando batom dentro das salas de aula.

Até famosos e políticos apoiaram a causa.

Depois de tanta repercussão, Diego Archanjo fez um novo vídeo explicando o ocorrido.

Procurado pelo HuffPost Brasil, a escola afirmou que tudo não passou de um mal entendido e que o próprio Diego já esclareceu o assunto.

"Conforme esclarecido pelo próprio aluno em um vídeo nas redes sociais, em nenhum momento houve atitude discriminatória da escola. Os princípios e valores do Elite, nos quais se embasa não só nossa proposta educativa mas também inspiram nossos modos de ser escola e nossos educadores, preza pelo acolhimento à diversidade e respeito ao ser humano. 'O batom é livre para todos'!", completou, em nota.

LEIA MAIS:

- Algumas pessoas não gostaram da nova campanha da Reserva para o Dia dos Namorados. E a marca respondeu à altura

7 canais no YouTube que vão te ajudar a se preparar para o Enem