ENTRETENIMENTO

A Hannah de '13 Reasons Why' falou sobre a importância de ter uma mulher dirigindo a série

"Eu senti que estava sendo muito cuidada".

14/05/2017 16:56 -03 | Atualizado 15/05/2017 17:07 -03
Divulgação

A 1ª temporada da série 13 Reasons Why vai desbravando, episódio por episódio, eventos que marcaram a vida de Hannah Baker.

A série se tornou tão popular que Katherine Langford, a Hannah, e Dylan Minnette, o Clay, estampam a capa desta semana da revista americana Entertainment Weekly.

Ao longo das entrevistas, os produtores da série compartilharam detalhes da produção.

Uma das cenas mais fortes, por exemplo, acontece no capítulo da fita de número 12. O episódio foi dirigido por Jessica Yu e mostra o estupro de Hannah.

Ter Yu à frente da produção foi uma escolha consciente dos criadores da série, afirmou Brian Yorkey, em entrevista a Entertainment Weekly.

"Queríamos que Katherine [Langford] estivesse muito à vontade com o que ela tinha que fazer e achamos que seria útil ter outra mulher dirigindo a cena. Nós também queríamos uma mulher, porque uma grande parte da série é mostrando Hannah sob o olhar masculino. Foi muito importante para nós que Hannah fosse liderada por uma mulher [para este episódio] ".

À EW, Langford apoiou a decisão dos criadores e disse que se sentiu "muito segura" ao trabalhar com Yu.

"Foi um verdadeiro privilégio trabalhar com Jessica Yu, especialmente neste episódio, porque ela trouxe uma abordagem muito inteligente e reflexiva a ele. Eu acho que, como uma mulher, ela foi capaz de falar comigo de uma forma que talvez eu poderia entender num nível mais profundo ou mais pessoal. Eu senti que estava sendo muito cuidada", disse a atriz.

Ela também comentou sobre o direcionamento que a cena teve, o que resultou em uma abordagem cuidadosa e delicada de algo tão traumático para tantas mulheres.

"Eu me lembro dela falando sobre como iríamos gravar e como ângulos diferente poderiam fazer com que a cena parecesse algo sexualizado, o que é outro problema: muita pornografia é baseada na fantasia do estupro. Então, para ela, gravar essa cena era sobre não deixá-la sexualizada, mas mais como uma ação física".

LEIA MAIS:

- Como '13 Reasons Why' nos alerta das metáforas do desespero adolescente
- 6 motivos para não ver '13 Reasons Why'

Sintomas e fatos sobre a depressão