NOTÍCIAS

Após recorrer a STJ, Lula presta depoimento a Moro

Defesa tentou adiar sessão.

10/05/2017 08:20 -03 | Atualizado 10/05/2017 08:20 -03
Montagem/Reuters/Alep
Lula recorreu ao STJ para evitar encontro com Moro.
A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) na tarde de terça-feira (9) para tentar adiar o depoimento de Lula ao juiz federal Sérgio Moro, marcado para esta quarta (10).

Na manhã de terça-feira, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) negou um habeas corpus pedido pela defesa do ex-presidente para que a audiência fosse adiada. Os advogados de Lula tinham solicitado mais tempo para analisar provas que foram anexadas recentemente ao processo.

Foram protocolados três novos habeas corpus no STJ, no início da noite desta terça-feira, um dos quais pede para que todo o processo seja suspenso, sendo declarada a suspeição de Moro para julgar o caso.

Os outros dois pedidos ao STJ repetem solicitações que já foram negadas por Moro e pelo TRF4. Uma delas é para que seja concedido novo prazo para a apreciação das provas ligadas à Petrobras, anexadas recentemente aos autos. A outra é para que seja permitida uma gravação independente em vídeo da audiência pela defesa.

O depoimento de Lula marcado para hoje é referente ao processo em que ele é réu na Lava Jato sob a acusação de receber vantagens indevidas da empreiteira OAS, quando era presidente da República.

Segundo a denúncia, ele seria o beneficiário de um apartamento no Guarujá e da reforma de um sítio em Atibaia, ambos no estado de São Paulo.

LEIA MAIS:

- De frente com Sérgio Moro: O discurso de Lula de perseguição e a união da esquerda

- Sérgio Moro perde a paciência com advogados de Lula: 'O senhor respeite o juízo'