POLÍTICA

Existe uma ferramenta para te lembrar quais políticos estão em dívida com a Justiça

Uma vez instalado, o Vigie Aqui grifa em roxo todos os políticos que prestam conta com a Justiça em qualquer site que você estiver navegando.

03/05/2017 19:08 -03 | Atualizado 03/05/2017 19:21 -03

Você sabe dizer ao certo quais são os políticos que estão prestando contas na Justiça? Podem vir à cabeça alguns nomes conhecidos ou escândalos recentes de corrupção no Brasil. Mas é difícil listar todos os políticos que respondem a processos na Justiça e pelo o que são acusados, principalmente em tempos de notícias falsas, bombardeadas quase que diariamente nas redes sociais.

O Vigie Aqui foi lançado para justamente esclarecer com precisão essa questão. Ele é um plug-in que, uma vez instalado no navegador Chrome (do Google), vai grifar em roxo todos os nomes dos políticos que prestam conta com a Justiça em qualquer plataforma que você estiver navegando, seja em um portal de notícias, Facebook, Twitter, entre outros sites.

Ao ver um nome grifado, basta passar o mouse em cima e a ferramenta mostra um "currículo judicial", com informações de todos (ou dos principais) processos que este político respondeu ou já foi citado em instâncias oficiais, como no Supremo Tribunal Federal, Supremo Tribunal de Justiça, nos Tribunais de Justiça, nos Tribunais regionais do Tribunal Superior Eleitoral e Tribunal Superior Eleitoral, tudo em uma linguagem acessível.

HuffPost Brasil

A ferramenta foi criada pelo Instituto do Reclame Aqui, plataforma que reúne queixas de consumidores sobre serviços e empresas. Apresentado primeiramente em uma fase beta no final de 2016, o Vigie Aqui foi oficialmente lançado em abril deste ano, já de olho nas eleições de 2018.

O plugin traz informações atualizadas de presidente e ex-presidentes, deputados federais, senadores, ministros, governadores e demais políticos citados nas principais operações e investigações da Polícia Federal, como a Lava Jato. O instituto fechou parceria com a PUC (Pontifícia Universidade Católica) do Paraná, de Curitiba, para que os alunos contribuam com pesquisas para atualização do banco de dados.

HuffPost Brasil

"Estamos num momento em que os brasileiros estão abrindo os olhos sobre um problema generalizado no País, que é a nossa política. Vemos que nossas lideranças políticas ou parte dela estão envolvidas em irregularidades, mas não temos plena consciência da dimensão disso tudo", contou Iago Bolívar, diretor de operações do Instituto Reclame Aqui.

Se os brasileiros tiverem informação de qualidade, confiável e presente onde eles estiverem, eles vão conseguir separar o joio do trigo.Iago Bolívar

Segundo o executivo, o grande diferencial da ferramenta é que ela está presente em qualquer site e, portanto, é possível encontrar incoerências até mesmo nos sites e perfis nas redes dos políticos. "Os mesmos caras que dão palestras, fazem discursos e projetos de lei podem tentar esconder o que eles respondem na Justiça. Queremos mostrar quem são essas pessoas. Na página do Facebook dele ou no jornal, vai estar lá o envolvimento deles com esquemas de corrupção."

A ideia é dar mais transparência ao grande público, que muitas vezes se informa pelas redes sociais e são bombardeadas com notícias falsas ou com "meias verdades". Um estudo realizado pela Agência Advice revelou que 42% dos usuários brasileiros assumiram já ter compartilhado notícias falsas nas redes sociais.

É confiável mesmo?

Bolívar assegura que o Vigie Aqui é apartidário. Para verificar a idoneidade, a plataforma só fornece fontes oficiais. Cada processo citado no "currículo judicial" do político é referenciado por um número e, sempre que possível, é acompanhado pelo link do processo. "Não queremos contar uma meia verdade. Damos toda a informação devidamente referenciada sobre todos", acrescenta Bolívar.

Todas as informações que a ferramenta disponibiliza já são públicas. "Estamos dando informação que já é publica, mas ninguém entende. Imagina entrar no tribunal, procurar os processos, os fóruns de cada cidad", ressalta Bolívar.

Queremos dar transparência a essa informação pública. Não no site, mas em todo o lugar.

Outro desafio do aplicativo foi traduzir as informações para deixa-las mais claras e acessíveis para todos, sem perder a qualidade. "Qualificamos as pessoas que trabalham com a gente. Não é só ver, tem que traduzir. As pessoas não sabem o que é Improbidade administrativa, o que é isso? Então temos o trabalho de compreensão", disse diretor de operações do Instituto Reclame Aqui, acrescentando que o próximo passo é incluir a "ficha" de prefeitos e levar a ferramenta para o celular. Hoje, por ser um plug-in do Chrome, o Vigie Aqui funciona apenas no computador que tenha o Chrome como navegador.

Para baixar o Vigie Aqui acesse o site www.vigieaqui.com.br pelo navegador Chrome e clique na chamada em destaque para instalação da ferramenta.

LEIA MAIS:

- Presidente Lula, presidente Bolsonaro e o caos político que ronda o Brasil

- Além da polêmica da remuneração com comida: O que propõem ruralistas para o trabalhador do campo

Os ministros de Temer que caíram