MUNDO

Entre no mundo tecnicolor da Igreja Internacional da Cannabis

Aviso: pode induzir uma “experiência transcendental”.

28/04/2017 15:59 -03 | Atualizado 28/04/2017 16:11 -03
Foto do interior da Igreja Internacional da Cannabis.

Na igreja mais nova de Denver, Colorado, nos Estados Unidos, o objetivo de quem a frequenta é viver uma experiência que mexa com sua cabeça.

A Igreja Internacional da Cannabis abriu suas portas na recentemente, depois de superar várias barreiras legais e muita repercussão na mídia. Com murais coloridos e vibrantes dos artistas Okuda San Miguel, espanhol, e Kenny Scharf, americano, a igreja é uma visão surpreendente.

"Quando recebemos a eucaristia e meditamos sobre o significado dos murais, podemos ter algo sentido como uma experiência transcendental", diz o site da igreja. "Nesses momentos, recebemos o significado que necessitamos naquela hora."

Os fiéis da igreja são conhecidos como "elevacionistas". Sua fé reza que "a jornada espiritual de um indivíduo e sua busca por um sentido é uma jornada de autodescoberta que pode ser acelerada e aprofundada com o uso ritual da Cannabis".

Como disse ao Huffington Post o elevacionista Lee Molloy: "Quando consumimos cânabis de modo ritual, nossa mente se eleva e nos tornamos versões melhores de nós mesmos".

Veja abaixo o interior da nova igreja:

  • Helen H. Richardson via Getty Images
    A igreja ocupa uma estrutura de 113 anos no bairro de alto padrão de Washington Park, em Denver.
  • Helen H. Richardson via Getty Images
    A igreja abriu suas portas ao público no dia 20 de abril, data celebrada pelos entusiastas da maconha como uma espécie de feriado próprio dos consumidores da erva.
  • Helen H. Richardson via Getty Images
    O interior da igreja foi pintado pelo artista espanhol Okuda San Miguel. O americano Kenny Scharf foi responsável pela pintura da fachada.
  • Helen H. Richardson via Getty Images
    Não é a primeira vez que Okuda San Miguel pinta espaços de igrejas. Em 2015 ele transformou uma igreja espanhola abandonada numa pista de skate. No ano seguinte, aplicou seu tratamento tecnicolor a uma igreja marroquina abandonada.
  • Helen H. Richardson via Getty Images
    Os membros da nova igreja se descrevem como elevacionistas e dizem que o uso da cânabis ajuda a elevar as pessoas, de modo que atingem uma forma mais elevada delas mesmas.
  • Helen H. Richardson via Getty Images
    O elevacionista Lee Molloy disse ao HuffPost que a igreja não terá uma hierarquia formal.
  • Helen H. Richardson via Getty Images
    Os fiéis da igreja chamam a cânabis de "flor sagrada".
  • Helen H. Richardson via Getty Images
    O uso ritual da cannabis vem de mais de 3.000 anos atrás e é encontrado em várias religiões mundiais.
  • Helen H. Richardson via Getty Images
    Uma das primeiras menções da cannabis da qual se tem registro vem dos Vedas, conjunto de textos da antiguidade hindu.
  • Helen H. Richardson via Getty Images
    O Estado do Colorado legalizou a maconha para fins recreativos em 2012, mas ainda é ilegal fumar maconha em espaços públicos de Denver.
  • Helen H. Richardson via Getty Images
    Por enquanto, toda o consumo ritual de cânabis na igreja será programado, realizado exclusivamente a convite.
  • Helen H. Richardson via Getty Images
    A igreja não vende maconha nem acessórios.
  • Helen H. Richardson via Getty Images
    O proprietário da igreja, Steve Berke, ao meio, posa para um retrato com o resto de sua equipe no interior da Igreja Internacional da Cânabis. Eles são, da esquerda à direita: Adam Mutchler, Angie Hargot, Steve Berke, Briley Hale e Lee Molloy.
  • Helen H. Richardson via Getty Images
    O espaço foi ocupado mais recentemente por uma congregação luterana.
  • Helen H. Richardson via Getty Images
    Uma campanha IndieGoGo para financiar reparos à construção levantou mais de US$30 mil.
  • Helen H. Richardson via Getty Images
    Alguns residentes locais manifestaram receios em relação à igreja, mas os membros insistem que suas intenções são boas.
  • Helen H. Richardson via Getty Images
    Uma emenda sobre a legalidade da igreja apresentada na Câmara estadual de Deputados foi derrubada quase imediatamente, no dia da abertura do estabelecimento.
  • Helen H. Richardson via Getty Images
    "Não somos um bando de drogados preguiçosos que nos reunimos para fumar maconha juntos", disse à emissora de TV local KUSA o locatário do imóvel e um dos membros fundadores da igreja, Steve Berke. "Queremos ter um impacto positivo sobre o bairro de Washington Park West. Queremos fazer grandes coisas pela comunidade."

Este post foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

- Estas 'freiras' que plantam e vendem maconha na Califórnia são um barato

- Sem medo de errar, Economist diz que a legalização da maconha venceu

Os usuários de maconha mais influentes nos EUA