MUNDO

Donald Trump reclama do prazo que estabeleceu para si mesmo

A marca dos primeiros 100 dias de governo está chegando.

28/04/2017 16:52 -03 | Atualizado 28/04/2017 18:33 -03
NurPhoto via Getty Images
Trump: "Não importa o quanto eu fizer durante a ridícula marca dos primeiros 100 dias, e tem sido muito (incluindo S.C.), a mídia vai matar".

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está reclamando que o prazo que ele mesmo estabeleceu para vários planos é injusto.

Os primeiros cem dias do governo Trump acabam em 29 de abril, e críticos apontam que ainda há muitas metas importantes a alcançar. O presidente respondeu a essas críticas no fim da semana passada chamando a marca de "ridícula", embora ele mesmo tenha falado dela durante meses.

"Não importa o quanto eu fizer durante a ridícula marca dos primeiros 100 dias, e tem sido muito (incluindo S.C.), a mídia vai matar!"

Pouco antes da eleição, ele detalhou seu plano para os primeiros cem dias de governo, incluindo duas de suas maiores promessas de campanha: construir um muro na fronteira com o México e revogar a lei de saúde de Barack Obama. As duas promessas ainda não foram cumpridas.

Então, logo após sua vitória, Trump divulgou um vídeo detalhando o que pretendia fazer nos primeiros cem dias de governo. As promessas incluíam a saída do acordo de livre comércio Parceria Trans-Pacífica, um endurecimento contra os imigrantes ilegais e a desregulamentação da exploração de carvão – essas três medidas foram tomadas.

Em um anúncio separado feito na esteira dos relatos da interferência russa na eleição, Trump também prometeu divulgar um relatório sobre cibersegurança nos primeiros três meses na Casa Branca. Até agora, o relatório não se materializou.

Não só os jornalistas têm dificuldade para identificar as conquistas do novo governo. O secretário de imprensa da Casa Branca, Sean Spicer, também se enrolou quando lhe perguntaram sobre as vitórias de Trump no Congresso.

Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

- A história de terror contada pelo Os Simpsons sobre os 100 dias de Trump

- O relato de um sobrevivente da guerra na Síria e o dilema de Trump

Os protestos contra decreto de Trump sobre imigrantes