ENTRETENIMENTO

25 vezes em que atores brancos representaram outras etnias no cinema e ninguém deu a mínima

Você acha que atores brancos fazendo o papel de personagens negros ou asiáticos são uma coisa do passado? Prepare-se para ficar constrangido.

26/04/2017 18:02 -03 | Atualizado 26/04/2017 18:39 -03
GETTY/HUFFINGTON POST

Como se não bastasse o fato de faltar diversidade para valer em Hollywood, diante das câmeras e atrás delas, a indústria cinematográfica tem o hábito desagradável de encarregar atores brancos de representar papéis de personagens de outras etnias.

Isso significa que, enquanto uma média de 75,2% dos papéis falantes já são dados a atores brancos, segundo o estudo "Desigualdade em 700 filmes populares", publicado em 2014 pela University of Southern California, alguns desses papéis são na realidade de personagens não brancos.

Ao longo do tempo nos acostumamos a esperar um tsunami de reações negativas quando um ator de cor é escolhido para representar um personagem fictício que o público acha que deveria ser branco (basta pensar nas polêmicas sobre a escolha de Michael B. Jordan para ser a Tocha Humana ou Amandla Stendberg para fazer Rue em "Jogos Vorazes"). Mas a indignação não é tão grande quando são atores brancos que representam personagens de cor. Mesmo quando, como acontece com frequência, eles representam personagens de cor da vida real.

Você acha que whitewashing, blackface e yellowface são coisas do passado? (*) Prepare-se para ficar constrangido. Veja abaixo 25 vezes em que atores brancos representaram pessoas de cor e ninguém deu a mínima.

*Whitewashing: literalmente, pintar de branco. Utilizado em relação ao cinema, significa o uso de atores brancos para representar personagens não brancos.

Blackface: (do inglês black, "negro" e face, "rosto"), se refere à prática teatral de atores que se coloriam com o carvão de cortiça para representar personagens afro-americanos de forma exagerada, geralmente em minstrel shows norte-americanos. (Wikipedia)

Yellowface: maquiagem usada por atores brancos para representar personagens asiáticos.

1. Angelina Jolie no papel de Mariane Pearl

Filme: O Preço da Coragem (2007) relata a história real da jornalista Mariane Pearl, depois de seu marido Daniel Pearl, jornalista do Wall Street Journal, ser sequestrado e posteriormente assassinado por militantes paquistaneses.

Origem da personagem: Mariane Pearl nasceu na França, mas é de origem afro-cubana. Ela tem cabelo naturalmente encaracolado e pele escura.

Origem da atriz: Angelina Jolie não tem raízes africanas. Nenhuma. Ela é de origem europeia mista. Seu cabelo não é naturalmente encaracolado, sua pele é naturalmente branca e seus olhos são azuis esverdeados. Veja (ao alto) o blackface nos dias de hoje.

2. Ben Affleck no papel de Antonio J. Mendez

Filme: Argo (2012) é baseado no trabalho na vida real do agente de alto nível da CIA Antonio J. Mendez, que ajudou a orquestrar o resgate de seis reféns americanos do Irã em 1980. O filme recebe o Oscar de melhor filme.

Origem do personagem: Antonio J. Mendez nasceu no Nevada. É americano de origem mexicana.

Origem do ator: Ben Affleck não é latino. É de origem europeia mista.

3. Joseph Fiennes no papel de Michael Jackson

Filme: Urban Myths: Elizabeth, Michael and Marlon (2016) é um filme britânico feito para a televisão e baseado na viagem de estrada que Elizabeth Taylor, Michael Jackson e Marlon Brando teriam feito de Nova York a Los Angeles após os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001.

Origem do personagem: Michael Jackson era afro-americano. Ou seja, o legendário Rei do Pop foi um homem negro. Ele não apreciava o whitewashing e não teria gostado de ser representado por um ator branco.

Origem do ator: Joseph Fiennes disse tudo quando revelou ao Entertainment Tonight, quando os nomes do elenco foram divulgados: "Sou um sujeito branco, de classe média, londrino. Estão tão espantado quanto vocês devem estar."

4. Mickey Rooney no papel de Mr. Yunioshi

Filme: Bonequinha de Luxo (1961) é um clássico de Hollywood que mostra o romance entre uma jovem socialite de Nova York, Holly Golightly (Audrey Hepburn), e um homem que se muda para seu edifício.

Origem do personagem: Mr. Yunioshi é o mal-humorado proprietário do apartamento de Holly, de quem ela vive tentando se esquivar.

Origem do ator: Mickey Rooney não era japonês. Em um dos exemplos mais absurdos de yellowface e estereotipagem feita por Hollywood, esse ator americano de origem escocesa ganhou olhos puxados, virou dentuço e adquiriu um sotaque pesado para fazer o papel.

5. Juliette Binoche no papel de Maria Segovia

Filme: Os 33 (2015) conta a história verídica dos 33 mineiros chilenos que passaram 69 dias soterrados.

Origem do personagem: Maria Segovia era a irmã na vida real de um dos mineiros soterrados. Ela ficou conhecida por seus esforços no chamado "Campo Esperança", o acampamento improvisado no deserto do Atacama onde os familiares dos mineiros se hospedaram em barracas para poder ficar perto de seus entes queridos. Maria Segovia é chilena e tem pele morena.

Origem da atriz: Juliette Binoche é uma atriz francesa. Sua pele é muito mais clara que a da Maria Segovia real.

6. O elenco principal de "O Último Mestre do Ar"

Filme: O Último Mestre do Ar (2010) é baseado num desenho animado do Nickelodeon com tribos e personagens de origem asiática e indígena americana. Conta a história de sua jornada para impedir que a Nação do Fogo domine suas tribos.

Origem dos personagens: Katara, seu irmão Sokka e os outros membros da Tribo da Água seriam influenciados principalmente pelo povo e a cultura inuítes. Aang, o personagem titular do filme e da série, tem ascendência asiática.

Origem do elenco: Os atores que representaram os três personagens principais são todos brancos, sem nenhuma ascendência asiática ou indígena americana: Noah Ringer como Aang, Nicola Peltz como Katara e Jackson Rathbone no papel de Sokka. E os atores de cor que chegaram a atuar no filme? Todos fizeram papéis de vilões.

7. Laurence Olivier no papel de Othello

Filme: Othello (1965) é uma das muitas adaptações para o cinema da tragédia de Shakespeare com esse título.

Origem do personagem: Othello é um general no exército veneziano. Ele é um mouro cristão, razão por que geralmente é mostrado como tendo pele escura.

Origem do ator: O ator britânico Laurence Olivier não tinha ascendência africana ou árabe, razão por que usou blackface completo para representar o mouro ciumento. Isso mesmo: ele pintou sua pele para ficar vários tons mais escura, para representar Othello.

8. Natalie Wood no papel de Maria

Filme: Amor, Sublime Amor (1961) é uma adaptação para os tempos modernos da tragédia Romeu e Julieta, de Shakespeare. Nessa versão, quem se apaixona são uma moça e um rapaz de gangues rivais de Nova York.

Origem da personagem: Maria é a irmã de Bernardo, líder da gangue porto-riquenha, The Sharks. Logo, ela é porto-riquenha.

Origem da atriz: Natalie Wood não era porto-riquenha nem sequer latina –tinha ascendência russa. Mas o papel dela não foi o único no filme a sofrer whitewashing, com a exceção notável de Rita Moreno, que recebeu um Oscar pelo papel de Anita. A maioria dos personagens porto-riquenhos foi representada por atores não latinos.

Vemos acima também a cantora de ópera Isabel Leonard, de origem argentina, que representou Maria em uma apresentação de "One Hand, One Heart" durante a Metropolitan Opera Summer Recital Series, em 2012. Estão vendo, Hollywood? É possível fazer como deve ser feito.

9. Johnny Depp no papel de Tonto

Filme: O Cavaleiro Solitário (2013) é uma adaptação da série de TV homônima. O filme focalizou mais o guerreiro indígena americano Tonto e suas lembranças da história de origem de John Reid, o Cavaleiro Solitário.

Origem do personagem: Tonto é um guerreiro indígena. No seriado de TV dos anos 1950, ele foi representado pelo ator Jay Silverheels (também mostrado acima), que na vida real era membro da tipo Mohawk.

Origem do ator: Johnny Depp não é membro de qualquer tribo indígena, embora tenha dito ao Entertainment Weekly que tem "algum sangue indígena em algum lugar em sua origem", que pode ser Cherokee ou Creek. Se for verdade, ainda assim a franquia terá passado de usar um ator que era de fato indígena, nos anos 1950, para empregar um ator de origem principalmente europeia em 2013.

10. Katharine Hepburn no papel de Jade

Filme: A Estirpe do Dragão (1944) é um filme ambientado durante a Segunda Guerra Sino-Japonesa. Jade é uma chinesa que lidera seu vilarejo na luta contra os invasores japoneses.

Origem da personagem: Jade é uma mulher chinesa, moradora de um pequeno povoado na China.

Origem da atriz: Katharine Hepburn não era chinesa, nem tinha ascendência asiática. Nascida nos Estados Unidos, a atriz tinha ascendência europeia.

11. Elizabeth Taylor representando Cleópatra

Filme: Cleópatra(1963) é um épico histórico que narra as relações apaixonadas de Cleópatra com Júlio César e Marco Antonio. Sem falar que é um dos filmes mais extravagantes e caros da história.

Origem da personagem: Cleópatra foi a última faraó independente do Egito. acredita-se que ela tivesse ascendência macedônia, mas muitos cientistas modernos insistem que ela também teve raízes africanas. Ou seja, é altamente improvável que ela tenha sido tão branca e de olhos claros quanto a atriz de Hollywood que a representou.

Origem da atriz: Elizabeth Taylor nasceu na Inglaterra, filha de pais americanos. Sua família se originou da Europa ocidental.

12. Jim Sturgess no papel de Jeffrey Ma

Filme: Quebrando a Banca (2008) é baseado em acontecimentos verídicos e acompanha a história de um aluno brilhante do MIT que, juntamente com outros estudantes, é treinado para virar especialista manipulador de cartas no vinte-e-um.

Origem do personagem: O protagonista do filme, Ben Campbell, é inspirado num jogador de vinte-e-um treinado pelo MIT na vida real, Jeffrey Ma, americano de origem chinesa. Na realidade, a maior parte da equipe de jogadores de vinte-e-um tinha origem asiática, mas foi representada no filme por atores brancos.

Origem do ator: Jim Sturgess é um ator britânico e teve que fazer aulas de dialeto para aprender o sotaque americano. Seu papel em "Quebrando a Banca" foi totalmente "branqueado", mas o ator também é conhecido por ter usado maquiagem yellowface para seu papel em A Viagem, em 2012.

13. Jennifer Connelly no papel de Alicia Nash

Filme: Uma Mente Brilhante (2001) é baseado na vida e carreira do matemático genial John Nash.

Origem da personagem: Alicia (nascida Alicia Lardé) é estudante do MIT que mais tarde se tornou esposa de John Nash. A Alicia da vida real era salvadorenha.

Origem da atriz: Jennifer Connelly não é latina e não tem raízes latino-americanas. A atriz é de origem europeia mista. Em 2001 ela ganhou o Oscar de melhor atriz coadjuvante por esse papel.

14. John Wayne no papel de Genghis Khan

Filme: Sangue de Bárbaros (1956) foi um filme que mostrou a ascensão de Genghis Khan.

Origem do personagem: O imperador e conquistador legendário Genghis Khan era mongol. Ele nasceu perto da fronteira entre a Mongólia atual e a Sibéria.

Origem do ator: John Wayne não tinha origem asiática, mas europeia mista.

15. Russell Crowe como Noé

Filme: Noé (2014) narra a história bíblica de um homem escolhido por Deus para realizar uma missão, enquanto Deus purifica a Terra com um dilúvio apocalíptico.

Origem do personagem: Como outros personagens bíblicos, Noé vem de algum lugar do Oriente Médio na antiguidade. Isso significa que é pouco provável que tenha pele clara.

Origem do ator: Russell Crowe nasceu na Nova Zelândia e tem ascendência europeia mista. Ele não foi o único personagem "branqueado" no filme: Jennifer Connelly, Ray Winstone, Anthony Hopkins e Emma Watson também fazem parte do elenco.

16. Christian Bale representando Moisés

Filme: Êxodo: Deuses e Reis (2014) é baseado na história bíblica de Moisés e como ele desafiou o faraó egípcio Ramsés e conduziu milhares de escravos na fuga do Egito.

Origem do personagem: Como Noé, Moisés vem da antiguidade do Oriente Médio. Ele acaba conduzindo os israelitas escravizados à liberdade.

Origem do ator: Christian Bale é ator britânico e não tem ascendência do Oriente Médio. E está longe de ser o único ator branco no filme: Ramsés é representado pelo ator australiano Joel Edgerton.

Depois de um blog que descreveu o filme como racista por ter atores brancos como protagonistas, enquanto pessoas de cor faziam os papéis de servos e escravos, ter viralizado e da hashtag #BoycottExodusMovie ter se disseminado, o diretor do filme, Ridley Scott explicou suas decisões, apresentando um argumento simples: dinheiro.

"Não posso fazer um filme com um orçamento como este, para o qual tenho que depender de incentivos fiscais da Espanha, e dizer que o ator principal é Mohammed Não sei do Quê, de tal e tal país", disse Scott à Variety. "Simplesmente não vou conseguir financiar o filme. Então essa questão nem se coloca." E pronto: mesmo assim "Exodo" rendeu mais de US$260 milhões nas bilheterias mundiais.

17. Jake Gyllenhaal no papel do Príncipe da Pérsia

Filme: Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo (2010) e baseado na franquia de videogames que acompanha Dastan, o fictício príncipe da Pérsia, em suas diversas aventuras.

Origem do personagem: Como seria de se esperar, a ideia é que o Príncipe da Pérsia seja persa. A Pérsia é o que a maioria das pessoas hoje conhece por Irã.

Origem do ator: Jake Gyllenhall não é iraniano. Ele nasceu na Califórnia e tem origem europeia e judaica.

18. Fisher Stevens no papel de Ben Jabituya

Filmes: O Incrível Robô (1986) é uma franquia de ficção científica sobre um robô experimental que é atingido por um raio e adquire inteligência como a humana.

Origem do personagem: Um dos inventores do robô é o cientista Ben Jabituya, de origem indiana.

Origem do ator: Fisher Stevens não tem ascendência indiana. Basicamente, ele usou maquiagem morena para fazer o papel. A título de comparação, veja acima o cientista indiano (da vida real) premiado com o Nobel Har Gobinda Khorana.

19. Meryl Streep no papel de Clara del Valle Trueba

Filme: A Casa dos Espíritos (1993) é um filme inspirado no best-seller do mesmo título, da escritora chilena Isabel Allende. Conta a história de um fazendeiro, sua mulher e a família delas enquanto enfrentam tempos de turbulência no Chile.

Origem do personagem: Clara del Valle Trueba é vidente e esposa do dito fazendeiro. Como a maioria dos outros personagens do filme e do livro, ela é chilena.

Origem da atriz: Streep não é latina nem tem origem latino-americana. Sua ascendência é europeia mista.

20. Marlon Brando como Sakini

Filme: Casa de Chá do Luar de Agosto (1956) é uma sátira ambientada no Japão do pós-Segunda Guerra Mundial, mostrando a tentativa das forças armadas dos EUA de americanizar o Japão.

Origem do personagem: Sakini é um morador local que vira intérprete dos militares americanos. Ele é japonês.

Origem do ator: Marlon Brando não tinha origem japonesa ou asiática. Era descendente de europeus e usou yellowface completo para fazer o papel. Brando também representou o revolucionário mexicano Emiliano Zapata (da vida real) em Viva Zapata! (1952), mesmo não sendo latino, e recebeu uma indicação ao Oscar pelo papel.

21. Yul Brynner representou o Rei do Sião

Filme: O Rei e Eu (1956) é um musical ambientado no Sião (atual Tailândia), mostrando uma viúva britânica que vira governanta dos filhos do rei do Sião.

Origem do personagem: Sendo o rei do Sião, ele é do sudeste asiático.

Origem do ator: Yul Brynner tinha ascendência principalmente russa.

22. Paul Muni e Luise Rainer representando lavradores chineses

Filme: A Terra dos Deuses (1937) é baseado no romance histórico "The Good Earth". É a história de uma família camponesa que luta contra dificuldades na China.

Origem do personagem: Você adivinhou: os protagonistas da história, Wang e O-Lan, são chineses.

Origem dos atores: Wang é representado por Paul Muni, e O-Lan, por Luise Rainer. Nenhum dos dois tinha ascendência asiática. Os dois usaram yellowface.

23. Liam Neeson como Ra's Al Ghul

Filmes: Batman Begins (2005) e Batman – o Cavaleiro das Trevas Ressurge (2012) são os primeiros e último filmes da trilogia do Cavaleiro das Trevas, que gira em torno de Batman, personagem da DC Comics.

Origem do personagem: Ra's Al Ghul é um dos maiores e mais duradouros vilões no universo de Batman. Teria nascido na Arábia, de ascendência árabe.

Origem do ator: Liam Neeson, irlandês, é apenas um entre muitos atores brancos que já representaram o personagem no cinema.

24. Boris Karloff como o Dr. Fu Manchu

Filme: The Mask of Fu Manchu (1932) é baseado na série de livros sobre as diabruras do Dr. Fu Manchu, um gênio malévolo chinês.

Origem do personagem: Dr. Fu Manchu é um vilão chinês. O personagem frequentemente é visto como "a encarnação do perigo amarelo", alguém que refletia o medo ocidental da China.

Origem do ator: O inglês Boris Karloff foi um dos muitos atores brancos a representar o personagem. O Dr. Fu Manchu nunca foi representado por um ator asiático.

25. Carey Mulligan no papel de Irene

Filme: "Drive" (2011) é baseado em um romance que tem o mesmo título. Trata de um dublê hábil de Hollywood que passa a ter problemas quando procura ajudar sua vizinha, Irene.

Origem do personagem: No livro, a vizinha do dublê é na verdade Irina, uma jovem latina de 20 e poucos anos. No cinema a personagem virou Irene.

Origem da atriz: O diretor dinamarquês Nicolas Winding Refn contou que reescreveu a personagem de Irina, convertendo-a em uma personagem branca, porque não conseguiu encontrar uma atriz latina que tivesse vontade de proteger (??).

"Não consegui encontrar uma atriz com quem eu sentisse um 'clique' ao nível pessoal", ele disse ao Huffington Post. "Por algum motivo, eu não conseguia tomar uma decisão. De repente recebi uma ligação de Carey. Ela queria me encontrar para conversar sobre fazer um filme. Ela veio em casa e, quando entrou, eu me dei conta: 'Meu Deus, era isto que eu estava procurando. Senti vontade de protegê-la'. E eu sabia que era essa a motivação do motorista (o dublê)."

Mas esses são apenas alguns poucos exemplos de uma longa lista de decisões embaraçosas e vergonhosas tomadas por Hollywood. Poderíamos falar de Emma Stone fazendo a mestiça de asiática Allison Ng em Sob o Mesmo Céu, em Justin Chatwin representando Goku em Dragonball: Evolution, em Fred Astaire de blackface em Ritmo Louco, em Rooney Mara no papel de Tiger Lily em Peter Pan... É uma história que parece interminável. E o que aprendemos depois de todo este tempo?

Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

- A paleta de cores que determina valores sociais

- Como é ser a namorada negra de alguém

Conheça algumas mulheres negras pioneiras do samba