MULHERES

Réu por agressão à mulher: Justiça aceita denúncia contra Victor

A Justiça de Minas Gerais aceitou a denúncia do Ministério Público.

10/04/2017 16:59 -03 | Atualizado 10/04/2017 17:16 -03
Reprodução/Instagram
Na semana passada, a polícia indiciou Victor por suspeita de agredir Poliana no condomínio onde moram, em Belo Horizonte.

O cantor Victor Chaves, da dupla Victor & Leo, virou réu em processo por contravenção penal. De acordo com o G1. a Justiça de Minas Gerais aceitou a denúncia do Ministério Público de MG. Victor foi indiciado pela Polícia Civil no último dia 4 por agressão contra sua mulher, Poliana Bagatini Chaves, que está grávida do segundo filho.

Na semana passada, a polícia indiciou Victor por suspeita de agredir Poliana no condomínio onde moram, em Belo Horizonte. A esposa registrou queixa contra o marido no dia 24 de março, acusando o cantor de ter dado chutes e pontapés. Antes, o exame de corpo de delito havia dado negativo.

A polícia, porém, teve acesso a gravações que forneceram evidências da agressão. O desentendimento havia ocorrido dentro do elevador do edifício, onde há câmeras.

"A Polícia Civil, diante das provas coletadas, concluiu pelo indiciamento de Victor Chaves pela contravenção penal prevista no artigo 21, do Decreto de Lei 3.688, vias de fato, conforme demonstrado no laudo pericial das imagens das câmeras de segurança do prédio e pelo depoimento da vítima", afirmou a polícia em nota oficial.

O cantor chegou a se defender no mesmo dia em uma publicação no Instagram. "Eu não machuquei ninguém. O que eu pratiquei foi um ato de desespero para conter uma pessoa que estava completamente fora de si de pegar uma criança de um ano", disse. "E pela minha filha, o que eu fiz, eu faria de novo. Então tudo está sendo apurado devidamente."

No dia seguinte, o advogado de Victor disse ao G1 que o inquérito mostra que o sertanejo não machucou a mulher e que apenas teria a retirado do elevador. "No momento em que ele percebe o que aconteceu com a mãe, aquela situação com que ele se deparou, ele então identifica que há um risco concreto para a filha de um ano, e ele em momento algum machuca a Poliana", disse.

LEIA MAIS:

- A Globo está sendo criticada por manter Marcos no BBB17 após agressões a Emilly

- O apelo da atriz Luana Piovani contra o assédio: 'É preciso quebrar o silêncio'

18 livros para entender mais sobre feminismo e direitos das mulheres