MULHERES

'Pedir ajuda não deve ser sinal de fraqueza': Kate Middleton fala sobre maternidade e saúde mental

'Nada pode realmente prepará-la para a experiência esmagadora que é tornar-se mãe.'

28/03/2017 14:51 -03 | Atualizado 28/03/2017 19:30 -03
Chris Wattie / Reuters
Duquesa de Cambridge fala sobre maternidade e saúde mental.

Apesar de fazer parte da realeza, a Duquesa de Cambridge sabe dos desafios emocionais que qualquer mulher pode enfrentar ao se tornar mãe.

Na última quinta-feira (23), Kate Middleton fez um discurso poderoso sobre a maternidade e saúde mental no lançamento de um projeto social da Best Beginnings intitulado Out of the Blue (a expressão em inglês refere-se a um acontecimento inesperado, algo que ocorre sem um aviso ou preparação).

A série de filmes aborda tópicos como a saúde mental da mãe durante a gravidez, o vínculo da mulher com o bebê e o bem-estar pós-parto.

"Pessoalmente, tornar-se mãe tem sido uma experiência gratificante e maravilhosa", disse. "No entanto, muitas vezes também foi um grande desafio, mesmo para mim, que tenho o apoio que a maioria das mães não tem."

A duquesa e seu marido, o príncipe William, são pais de George, de 3 anos, e de Charlotte, de 1 ano de idade.

"Nada pode realmente prepará-la para você lidar com a pura experiência esmagadora do que significa se tornar uma mãe", disse Kate em seu discurso. "Estar cheia de emoções complexas, de alegria, exaustão, amor e preocupação, tudo isso misturado. Sua identidade fundamental muda de um dia para o outro. Você vai de pensar em si mesmo como primariamente um indivíduo, de repente, para ser uma mãe, em primeiro lugar."

E continuou: "E ainda assim, não há um manual de regras, não existe o certo ou errado - você só tem que fazer isso do melhor jeito que puder para cuidar de sua família. Para muitas mães, inclusive eu, isso pode, por vezes, levar à falta de confiança e sentimentos de ignorância. Infelizmente, para algumas mães, esta experiência pode ser muito mais difícil devido a desafios com sua própria saúde mental."

A duquesa citou algumas estatísticas sobre o número de mulheres que enfrentam problemas de saúde mental durante a gravidez e após o parto. De acordo com ela, apesar de ser comum, muitas mães resistem em falar sobre seus problemas por terem medo ou vergonha.

"Muito desse medo se deve a pressão para ser uma mãe perfeita - fingindo que estamos lidando perfeitamente e amando cada minuto da maternidade", defende a Duquesa. "É certo falar sobre a maternidade como uma coisa maravilhosa, mas também precisamos falar sobre seus estresses e tensões. É ok não achar fácil, e pedir ajuda não deve ser visto como um sinal de fraqueza."

Chris Wattie / Reuters
Duquesa de Cambridge e princesa Charlotte.

Ela acrescentou: "Se algum de nós pegou uma febre durante a gravidez, procuraríamos aconselhamento e apoio de um médico. Obter ajuda com a nossa saúde mental não é diferente. Nossos filhos precisam que cuidemos de nós mesmos e obtenhamos o apoio que precisamos."

Para promover o bem-estar psicológico, Kate sugere que os pais se voltassem primeiro para amigos ou outras pessoas em quem confiassem para conversar sobre seus sentimentos e conversar sobre a saúde mental na vida cotidiana.

Em homenagem ao Dia das Mães, comemorado neste fim de semana no Reino Unido, ela concluiu seu discurso com um apelo para que todos prestem homenagens as mães e a todos os importantes papeis que elas desempenham em suas famílias.

O duque e a duquesa de Cambridge comprometeram-se em promover o debate sobre a saúde mental e quebrar o estigma da doença mental. Em 2016, eles lançaram uma iniciativa chamada Heads Together e frequentemente visitam organizações dedicadas a fornecer apoio em casos de saúde mental.

25 selfies que mandam a real sobre a maternidade

LEIA MAIS:

- Príncipe William e duquesa Kate são os melhores defensores da saúde mental
- Dia das Mães: 22 fotos apaixonantes de Kate Middleton e seus pequenos, George e Charlotte ❤
- 7 momentos em que Kate e William viveram fora das regras da realeza