NOTÍCIAS

Temer: Reabertura da China à carne brasileira mostra 'confiabilidade de sistema de defesa agropecuária'

Em nota, presidente diz que posição do governo chinês é fruto de campanhas de esclarecimento do governo federal.

25/03/2017 19:49 -03 | Atualizado 25/03/2017 20:16 -03
Ueslei Marcelino / Reuters
Temer festeja retomada de importações da carne brasileira na China.

Depois de a China anunciar neste sábado (25) a reabertura do mercado para a carne exportada pelo Brasil, o presidente Michel Temer disse que a decisão é um reconhecimento da confiabilidade do sistema de defesa agropecuária brasileiro.

Em nota, Temer destacou que o posicionamento chinês é resultado do trabalho de esclarecimento empreendido pelo governo nos últimos dias com os parceiros comerciais e diz estar confiante de que outros países seguirão o exemplo da China.

"Nosso país construiu grande reputação internacional neste segmento. E o posicionamento chinês é a confirmação de todo o trabalho de esclarecimento levado a termo pelo governo brasileiro nestes últimos dias em todos os continentes", diz Temer na nota.

O presidente também faz um agradecimento o governo do presidente chinês, Xi Jinping. "Temos uma parceria que gerou muitos frutos e, com certeza, muitos ganhos ainda teremos com a sólida relação entre nossas nações. Estamos plenamente confiantes de que outros países seguirão o exemplo da China", disse.

A China havia suspendido as importações de carnes do Brasil no início da semana, após a deflagração da Operação Carne Fraca pela Polícia Federal (PF).

As investigações da PF apontaram a existência de esquema criminoso que envolve empresários do agronegócio e fiscais agropecuários que facilitavam a emissão de certificados sanitários para alimentos inadequados para o consumo.

Leia a íntegra da nota:

"A decisão do governo da China de reabrir o seu mercado à proteína animal produzida no Brasil é o reconhecimento da confiabilidade de nosso sistema de defesa agropecuária. Nosso país construiu grande reputação internacional neste segmento. E o posicionamento chinês é a confirmação de todo trabalho de esclarecimento levado a termo pelo governo brasileiro nestes últimos dias em todos os continentes. Agradecemos o gesto do governo do presidente Xi Jinping. Temos uma parceria que gerou muitos frutos e, com certeza, muitos ganhos ainda teremos com a sólida relação bilateral entre nossas nações. Estamos plenamente confiantes que outros países seguirão o exemplo da China.

LEIA MAIS:

- O que o mercado de carne precisa para se recuperar da operação da Polícia Federal

- Recall das Carnes: Consumidores de produtos de 3 frigoríficos serão ressarcidos

Proteína não precisa vir da carne