NOTÍCIAS

China volta a importar carne brasileira, e ministro Blairo Maggi agradece 'gesto de confiança'

Chile e Egito também anunciaram fim da suspensão das importações.

25/03/2017 11:47 -03 | Atualizado 25/03/2017 16:06 -03
Ivan Alvarado / Reuters
China anuncia retomada das importações de carne brasileira.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento informou que a China anunciou neste sábado (25) a "reabertura total do mercado de carnes brasileiras". O país suspendeu as importações de carnes do Brasil no início da semana, após a deflagração da Operação Carne Fraca pela Polícia Federal (PF).

O Chile o Egito também decidiram hoje retirar a suspensão total à importação de carne brasileira.

As investigações da PF apontaram a existência de esquema criminoso que envolve empresários do agronegócio e fiscais agropecuários que facilitavam a emissão de certificados sanitários para alimentos inadequados para o consumo.

Em nota, assinada pelo ministro Blairo Maggi, a pasta destaca que a decisão das autoridades chinesas de retomar as importações de carne brasileira resulta de negociações intensas. "Nos últimos dias, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o Itamaraty e a rede de embaixadas do Brasil no exterior trabalharam incansavelmente para o êxito que se anuncia hoje."

"Trata-se de atestado categórico da solidez e qualidade do sistema sanitário brasileiro e uma vitória de nossa capacidade exportadora", destaca o ministro.

Na nota, Blairo Maggi agradece o "gesto de confiança" da China e ressalta que o país asiático nunca fechou mercado aos produtos brasileiros, "apenas tomou medidas preventivas para que tivéssemos a oportunidade de oferecer todas as explicações necessárias e garantir a qualidade da nossa inspeção sanitária".

Para o ministro, "a regularização do ingresso da carne brasileira na China mostra o espírito de confiança mútua entre os dois países e a disposição para dialogar com boa-fé".

Proteína não precisa vir da carne