VOZES

Sem entraves às doações em São Paulo

Todas as informações são divulgadas de forma transparente pela Prefeitura de São Paulo.

20/03/2017 12:09 -03 | Atualizado 22/03/2017 15:24 -03
Brazil Photo Press/CON via Getty Images
Sob Doria, Prefeitura de São Paulo recebeu doações de mais de 100 empresas.

Após pouco mais de um mês de gestão do PSDB à frente da administração municipal, mais de 100 empresas, segundo dados divulgados pelo prefeito João Doria em suas redes sociais, fizeram doações para diversos programas da prefeitura.

No total, mais de R$ 37 milhões já foram doados em produtos e serviços, representando uma ajuda fundamental para a feitura de ações e campanhas em prol da municipalidade e para a economia de recursos públicos.

Exemplos não faltam e cito alguns: dez carros e 20 motocicletas enviados por montadoras para o programa Marginal Segura, a reforma dos 16 banheiros (e manutenção deles pelos próximos quatro anos) e sete quadras do parque do Ibirapuera, os novos uniformes dos agentes da CET, a reforma e iluminação da ponte Estaiada, dez mil câmeras de segurança (a serem instaladas a partir de março), banheiros químicos e itens de higiene para moradores de rua.

No entanto, o claro benefício já encontra seus contestadores, que se apoiam em argumentos infundados para justificar tais críticas. Segundo eles, a prefeitura deveria realizar 'chamamentos públicos' para analisar qual proposta mostra-se mais 'vantajosa' para ela.

Mas afinal, qual o sentido de colocar obstáculos nas colaborações de empresas?

Gestão após gestão, sempre reclamou-se (muitas vezes com razão) das altas tributações e da má utilização do dinheiro arrecadado. Pois quando finalmente uma solução para o problema é viabilizada, soa um tanto egoísta reclamar dela.

Doações não são PPPs (parcerias público-privadas) para serem comparadas e julgadas como mais ou menos adequadas. Doação trata-se de uma modalidade livre, com poder de decisão unicamente das empresas e que serve de estímulo para que outras companhias sigam o exemplo das doadoras e também contribuam.

Foi assim no caso das motocicletas, onde empresas que se dispuseram a ajudar a prefeitura levaram seus concorrentes a fazer o mesmo.

A sublinhar: todas as doações são divulgadas de forma absolutamente transparente pela prefeitura e um site específico para reunir informações sobre elas está sendo finalizado.

Tanto nós munícipes quanto a cidade só temos a ganhar com as doações.

Buscar entraves a elas não é fazer oposição, é jogar contra a municipalidade.

LEIA MAIS:

- Afinal, João Doria pode privatizar o Bilhete Único?

- João Doria comanda bloco de limpeza do Carnaval de rua de São Paulo

*Este artigo é de autoria de colaboradores do HuffPost Brasil e não representa ideias ou opiniões do veículo. Mundialmente, o Huffington Post é um espaço que tem como objetivo ampliar vozes e garantir a pluralidade do debate sobre temas importantes para a agenda pública.

Os livros prediletos de João Doria (PSDB)