ENTRETENIMENTO

Eddie Murphy deixou escapar: Vem aí a sequência de 'Um Príncipe em Nova York'

A novidade que todos precisavam e não sabiam.

19/03/2017 11:11 -03 | Atualizado 19/03/2017 13:19 -03
Divulgação
Lançado em 1988, 'Um Príncipe em Nova York' fez grande sucesso nos anos 1990 no Brasil, na Sessão da Tarde.

Se você tem mais de 25 anos, prepare seu coração, pois a sequência de Um Príncipe em Nova York (1988) pode estar a caminho.

De acordo com o site TMZ, fontes próximas a Eddie Murphy confirmam que o ator está nos estágios iniciais de um projeto de continuação da comédia romântica.

Na noite da última quarta-feira (15), um post na conta oficial de Murphy no Twitter levou os fãs ao delírio. Ele compartilhou uma imagem do filme com a atriz Vanessa Bell Calloway, que interpreta uma das pretendentes do jovem herdeiro do trono de Zabumba que desembarca na América.

Na legenda da imagem, o astro perguntou: "Continuação de Um Príncipe em Nova York?". Após uma repercussão animada no microblog, a mensagem foi apagada e a conta no Twitter encerrada.

Reprodução/Twitter
Tweet e conta oficial foram apagadas após repercussão eufórica dos seguidores de Eddie Murphy.

O TMZ explica que o post foi feito por um social media, que acabou antecipando a informação que não era para ser divulgada agora, já que Murphy ainda não sabe como será a história e nem se contará com o retorno de atores do elenco original.

E por falar em elenco original, Vanessa Bell Calloway foi procurada pela para comentar a imagem compartilhada pelo ator. Ela demonstrou surpresa e empolgação como todos os fãs do filme.

Mesmo sem saber de nada até o momento, a atriz disse que gostaria muito de participar da produção. "Eu ia amar. Vamos lá, Eddie! Vamos fazer", pediu Vanessa.

Veja no vídeo abaixo:

Sucesso da Sessão da Tarde nos anos 90, Um Príncipe em Nova York chegou a ser indicado a duas estatuetas do Oscar no ano de seu lançamento, nas categorias Melhor Maquiagem e Melhor Figurino.

Relembre a trama no trailer abaixo:

Atrizes que rasparam a cabeça para filmes