ENTRETENIMENTO

Os autorretratos de Frida Kahlo viraram emojis. Ou melhor, FridaMoji

Frida Kahlo está prestes a entrar no mundo virtual do século 21 por meio de 160 adoráveis emojis.

18/03/2017 14:14 BRT | Atualizado 18/03/2017 14:22 BRT
Divulgação
Batizada de 'FridaMoji', a coleção de figurinhas foi criada por Sam Cantor, galerista e designer gráfico

Ícone do surrealismo e do universo feminino na década de 50, Frida Kahlo está prestes a entrar no mundo virtual do século 21 por meio de 160 adoráveis emojis.

Batizada de FridaMoji, a coleção de figurinhas foi criada por Sam Cantor, galerista e designer gráfico baseado em Los Angeles, nos Estados Unidos.

O projeto nasceu incialmente no Instagram.

Ouvindo sugestões de seguidres, Cantor criou emojis de grandes nomes da história da arte, incluindo Picasso, Basquiat, Yayoi Kusama, além de Frida.

"Frida foi perfeita para o projeto. Ela transmitiu suas emoções de forma honesta e reveladora em seu trabalho. Que melhor artista para traduzir em emoji, que usamos para expressar emoções hoje?", disse em entrevista ao site Arty.

A figurinha da artista mexicana fez mais sucesso que os demais nas redes.

Cantor decidiu então se aprimorar na imagem da artista, autora de 55 poderosos e ousados auto-retratos. Para isso, entrou em contato com a Frida Kahlo Corporation, galeria que cuida da obra da pintora, e viajou até o México, onde estudou de perto detalhes de suas telas.

Divulgação/FridaMoji

"A intensidade das emoções em seus rostos, e as diversas maneiras que poderiam ser lidos para contar histórias diferentes, realmente me surpreendeu", revela.

Divulgação/FridaMoji

O designer americano produziu 400 emojis. Desses, 160 foram escolhidos para compor a coleção. Os fãs da pintora mexicana poderão ver divertidas versões de obras como Autorretrato com Macaco (1943) e Autorretrato com Cabelo Cortado (1940), em que ela aparece vestida como um homem.

Divulgação/FridaMoji

A coleção FridaMoji será lançada este mês nas lojas virtuais App Store e Google Play.

Frida Kahlo, ícone global da moda