NOTÍCIAS

Doria rebate boatos: 'Alckmin é meu candidato em 2018'

O governador confirmou sua candidatura nas próximas eleições.

07/03/2017 11:18 -03 | Atualizado 07/03/2017 15:16 -03
Brazil Photo Press/CON via Getty Images
João Doria afirma que vai apoiar Geraldo Alckimin à presidência em 2018.

"Se eu disser que não quero, que não pretendo, não é verdade."

O que antes soava como boato entre partidários, agora é fato confirmado. Geraldo Alckmin (PSDB) deve ser um dos candidatos de 2018 na disputa pela presidência do Brasil.

Isso porque vontade não falta por parte do político, que até já tem apoiadores, como João Doria, prefeito de São Paulo. Mas Alckmin ainda precisará enfrentar a disposição do PSDB para oficializar sua candidatura.

Em evento para empresários do grupo LIDE, em São Paulo, Alckmin falou sobre suas pretensões políticas na última segunda-feira (6).

"Se eu disser que não quero, que não pretendo, não é verdade. Mas candidatura a cargo majoritário não é vontade pessoal. Ela é fruto de um desejo coletivo", argumentou o governador.

Antes mesmo da declaração do futuro candidato, João Doria discursou em apoio a campanha de Alckmin em 2018. O prefeito demonstrou gratidão ao governador e declarou que ele era "amigo de uma vida inteira", segundo informações da Folha.

"No futuro vindouro, não que essa seja a hora e o momento, quero dizer que a posição do João Doria cidadão e eleitor é Geraldo Alckmin candidato à Presidência do Brasil."

Geraldo Alckmin também aproveitou o momento para reforçar a parceria com o prefeito da capital paulista. Ele ironizou àqueles que achavam que Doria não iria se eleger.

"Me sinto muito feliz. Eu ajudei o João Doria. Até aqueles que duvidavam primeiro que ele pudesse se eleger e, depois, que pudesse ser prefeito, hoje reconhecem".

Durante o discurso, Alckmin ainda defendeu as reformas política, trabalhista e tributária.

João Doria 'vira' gari em São Paulo