POLÍTICA

Martinho da Vila, Beth Carvalho, outros artistas e intelectuais pedem a volta de Lula em 2018

Lula lá?

01/03/2017 20:27 -03 | Atualizado 01/03/2017 20:29 -03
Adriano Machado / Reuters
Ex-presidente Lula em congresso em Brasília.

Mais de 400 artistas e intelectuais lançaram um manifesto de apoio a uma eventual candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Palácio do Planalto em 2018.

Entre as assinaturas, estão o teólogo e escritor Leonardo Boff , o ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão, a atriz Marieta Severo, os cantores Chico Buarque, Beth Carvalho e Martinho da Vila.

"É o compromisso com o Estado Democrático de Direito, com a defesa da soberania brasileira e de todos os direitos já conquistados pelo povo desse País, que nos faz, através desse documento, solicitar ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que considere a possibilidade de, desde já, lançar a sua candidatura à Presidência da República no próximo ano", diz o manifesto.

De acordo com o texto, a volta do petista seria necessária para "incluir muita gente e reincluir aqueles que foram banidos outra vez", assegurar a soberania sobre o pré-sal e que o pter um papel ativo no cenário internacional.

O documento será submetido a uma plataforma digital de coleta de assinaturas a partir da próxima segunda-feira (6).

Pesquisa CNT/MDA divulgada em 15 de fevereiro mostra avanço nas intenções de voto no ex-presidente em 2018. Ele lidera em todos os cenários, na intenção espontânea, na estimulada para primeiro turno e nas projeções de segundo turno.

Na espontânea, o petista atingiu 16,6%, seguido pelo deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), com 6,5% e pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG), com 2,2%.

Para o presidente da CNT, Clésio Andrade, um dos motivos que explicam a aposta no petista é a saudade da gestão dele e o falecimento da ex-primeira-dama Marisa Letícia.

Momentos históricos da vida de Lula