ENTRETENIMENTO

Este número de ballet inspirado em 'Moonlight' é pura poesia em movimento

Vídeo de 2 minutos traz tensão, leveza, sensibilidade e ausência de palavras.

27/02/2017 20:42 -03 | Atualizado 28/02/2017 14:02 -03
Reprodução/YouTube
Os três bailarinos estão sob uma luminosidade azul, que lembra o brilho da lua.

Um dos principais trunfos de Moonlight: Sob a Luz do Luar, grande vencedor do Oscar 2017, é a fotografia de James Laxton – que faz uso impactante de densos tons de azul.

A partir dessa constatação, o coreógrafo Robert Battle, junto com integrantes da companhia de dança da Alvin Ailey American Dance Theater de Nova York, criou um número de ballet. O resultado expressa toda a poesia visceral vista no drama semi-autobiográfico do diretor Barry Jenkis.

Durante cerca de 2 minutos é possível ver os dançarinos Jamar Roberts, Christopher Taylor e Jeremy T. Villas em movimentos pontuados por um dos temas instrumentais presentes no filme - criado pelo compositor indicado ao Oscar Nicholas Britell.

Os três bailarinos estão sob uma luminosidade azul, que lembra o brilho da lua. Eles representam o protagonista, Chiron, nas três fases em que aparece no filme: infância, adolescência e idade adulta.

Seus corpos tentam dar conta da luta delicada e profunda de Chiron na compreensão e aceitação de si mesmo como homossexual. Há tensão, leveza, sensibilidade e muita expressividade sem a presença de uma palavra sequer.

O vídeo é assinado por Anna Rose Holmes, diretora do elogiado The Fits (2015) e conta, por meio da dança, uma história única. Assim como o filme, o vídeo quebra estereótipos ao explorar outras nuances do corpo negro.

Dê o play e se emocione:

As estrelas do red carpet do Oscar 2017