ENTRETENIMENTO

Brie Larson se recusou a bater palmas para Casey Affleck após anunciá-lo como 'Melhor Ator'

Mais um momento para o quesito 'constrangimento' no Oscar 2017. 😐

27/02/2017 16:03 -03 | Atualizado 28/02/2017 13:54 -03

A 89ª edição do Oscar aconteceu na noite deste domingo (26).

Para alem da confusão com La La Land e Moonlight, outro fato chamou atenção na premiação: Casey Affleck, de 41 anos, levou a estatueta de 'Melhor Ator' por seu papel em Manchester á beira mar para casa.

AFP/Getty Images

Quem entregou o prêmio a ele foi a atriz Brie Larson que, no ano passado, ganhou o Oscar de 'Melhor Atriz' pelo filme O Quarto de Jack, em que interpreta uma jovem sobrevivente de violência sexual e psicológica.

Image Group LA via Getty Images

A decisão de dar o Oscar a Affleck foi considerada controversa já que ele é acusado de abusar sexualmente de duas mulheres que trabalharam com ele em 2010.

As denúncias vieram á tona no ano passado desde que sua indicação ao Oscar foi cogitada. Mas parece que isso não foi o bastante para impedir que ele levasse o prêmio.

AFP/Getty Images

Brie Larson, que é feminista e luta pelos direitos das mulheres, não aplaudiu o ator quando ele subiu ao palco para receber o prêmio:

Duas mulheres - uma produtora e uma diretora de fotografia - que trabalharam com Affleck no filme Eu ainda estou aqui fizeram denúncias acusando-o de assédio sexual.

A produtora Amanda White abriu um processo pedindo US$ 2 milhões de indenização e a diretora de fotografia Magdalena Górka processou o ator em US$ 2,25 milhões.

Amanda afirma que ele a assediou e constrangeu várias vezes. Em uma das ocasiões, ela relata que ele agarrou-a com força pelo braço após dizer a ele que não subiria para seu quarto de hotel.

Segundo o relato, Affleck trancou-a fora do quarto dela, incentivou outro homem a tirar a roupa na sua frente e referiu-se a mulheres como "vacas".

Já Magdalena disse ter sofrido assédios constantes por Casey e outros homens da equipe do filme. Em uma ocasião, ela relataa que, enquanto dormia, o diretor se deitou na sua cama só de cueca e camiseta, com hálito de álcool. Ela afirma ainda que acordou com Affleck "acariciando suas costas" e que não fazia ideia de quanto tempo ele estava ao seu lado sem sua autorização, já que estava dormindo.

As ações não chegaram a ser julgadas.

Foram feitos acordos extrajudiciais e os resultados não foram divulgados para a imprensa.

"And the Oscars goes to...":

sophieturner.tumblr.com

Durante o Globo de Ouro deste ano, quando Affleck também ganhou como 'Melhor Ator'. Novamente, quem entregou o prêmio a ele foi Brie Larson.

Ela não o abraçou:

Ano passado, Affleck categorizou o incidente como "infeliz" em uma entrevista para o New York Times.

"A situação foi resolvida para a satisfação de todos. Eu fiquei magoado e chateado - estou certo de que todos ficaram- mas já superei isso", disse. "Foi uma situação infeliz - principalmente para os espectadores inocentes das famílias dos envolvidos", completou.

Então. 😐

Christopher Polk via Getty Images

Veja mais no HuffPost Brasil:

Frases inspiradoras de famosas sobre o feminismo

@Brie L