VOZES

'Gente é pra brilhar': Conheça a 'glitter designer' que está levando brilho para o Carnaval do Rio

"Todo mundo foi feito pra brilhar", diz a profissional que está bombando na hora de fazer a maquiagem para a folia.

17/02/2017 15:30 -02 | Atualizado 25/02/2017 01:40 -03
Reprodução/Facebook
"Estou fazendo muitos eventos. Baladas e festas contratam a Purpurine para maquiar as pessoas e deixar o ambiente mais divertido", conta.

"Gente é pra brilhar." Foi com esse pensamento que Tatiana Baumworcel, 21 anos, se tornou referência em uma profissão pouco conhecida, mas que está bombando neste Carnaval: "glitter designer".

A estudante de publicidade sai pelos blocos de rua do Rio de Janeiro e maquia os foliões com muito glitter, criando maquiagens bem coloridas e com a cara do carnaval carioca.

"Eu sempre gostei muito de pular Carnaval, mas eu via que só quem era realmente da folia usava purpurina e usava adereços carnavalescos", disse a glitter designer ao HuffPost Brasil. "Eu me incomodava com isso. Pra mim, a purpurina é uma coisa que todo mundo deveria usar, então, resolvi espalhar o brilho e comecei eu mesma maquiar o pessoal dos blocos que eu frequentava."

E foi assim que Tatiana começou a ganhar uma renda extra nos blocos. O pequeno e improvisado "bico de carnaval" que começou em 2015 logo se tornou um projeto chamado "Purpurine". Hoje, após dois carnavais, a estudante contrata até 16 colaboradores para ajudar a purpurinar o pessoal no Carnaval.

No carnaval de 2015 eu percebi que faltava purpurina nas ruas e que a magia do carnaval tinha que ser espalhada. Fui no bom e velho Saara, comprei umas purpurinas, fiz um cartaz bem artesanal d me joguei nos blocos com o intuito de espalhar essa ideia. Aos poucos fui percebendo o quão um pózinho brilhoso pode mudar alguém, as expressões pós make me mostraram que uma simples iniciativa realçava brilhos interiores que pouco eram reconhecidos. Com isso me apaixonei pela ideia, e resolvi continuar em 2016, agora só tenho a agradecer por tudo que tem acontecido e por terem acreditado no meu projeto! O @ppurpurine agora vai além do carnaval, pois nossa missão é espalhar e realçar o brilho de cada um o ano inteiro!

Uma publicação compartilhada por Tatiana Baumworcel (@tatianabaum) em

Além dos bloquinhos de rua, que são bem tradicionais no Rio, a equipe de Tatiana também faz eventos particulares, como baladas, festas ou comemorações. São nestes eventos fechados que Tatiana tem ajuda de colaboradores. "Estou fazendo muitos eventos. Baladas e festas contratam a Purpurine para maquiar as pessoas e deixar o ambiente mais divertido", conta.

Com o aumento da demanda, Tatiana confessa que tem comparecido menos aos blocos de rua, mas a atividade continua. "Eu adoro pular carnaval maquiando as pessoas. Eu cobro três reais cada maquiagem e coloco purpurina quanto a pessoa quiser. Por mim, eu dou um banho de purpurina nas pessoas."

Nos bloquinhos, Tatiana conta com a ajuda de uma maquiadora. Com uma plaquinha anunciando o serviço e uma espécie de paleteira pendurada no pescoço, Tatiana anda pelas ruas colorindo as pessoas.

Além da folia, Tatiana diz que o projeto também mexe com a autoestima das pessoas. "O brilho, a purpurina e glitter realçam a autoestima, eu acredito neste empoderamento. A reação das pessoas é muito gratificante. Elas se olham no espelho e se sentem maravilhosas. E é apenas um pó, um pó brilhante. Não por menos que o slogan da Purpurine é 'gente é pra brilhar'. E é isso: todo mundo foi feito pra brilhar", disse.

A carioca também rebate que a purpurina é coisa de mulher. Com o passar dos anos, ela tem visto que muitos homens entraram na onda sem preconceito. "Quando algum homem diz que purpurina é 'coisa de gay' eu falo que não é, é de todo mundo. Ela só brilha. E, nas últimas festas, tenho maquiado mais homens do que mulheres", acrescentou.

Além das festas privadas e dos blocos de rua, o projeto Purpurine também entrega em casa o glitter e acessórios para as pessoas que queiram se aventurar na mais nova profissão. Agora, o próximo passo é expandir os negócios além da temporada de folia.

"Eu quero levar a purpurina além do carnaval. Colocá-la no dia a dia, nas festas, nas comemorações. Não tem problema se for trabalhar no dia seguinte e ainda estiver com pontinhos brilhantes. São só brilhos."

Td garouta pro @adorofrozen 🌟✨

Uma publicação compartilhada por Tatiana Baumworcel (@tatianabaum) em

'Glitter designer': A profissão 'bombante' deste Carnaval