LGBT

Santos tem beijaço gay contra hamburgueria que atacou casal

“O problema não é ser viado. É ser afetado."

12/02/2017 17:46 BRST | Atualizado 12/02/2017 17:47 BRST

Um beijaço gay em frente ao Blend Burger Bar, em Santos, foi a reação da comunidade LGBT local contra um dos donos do estabelecimento que chamou um casal gay de "viados afetados".

O casal, formado pelo empresário Kadu Rodrigues e pelo bancário Christiann Fonseca, reclamou nas redes sociais sobre a qualidade do lanche do restaurante. Irritado, um dos donos, Rafael Ranciaro, fez um "desabafo".

É um desabafo por acordar e ver um bando de viado p... no c..., metido a 'Master Chef', que quer aparecer (quem for viado ou defensor dessa raça pode me excluir, por favor). O problema não é ser viado. É ser afetado. Bicha afetada é osso. Será que Santos não consegue melhorar seu nível?

Depois da publicação de Ranciaro, o casal decidiu levar o caso à Justiça. Já a comunidade local respondeu com um beijaço "arco-íris".

No último dia 8, o Blend pediu desculpas no Facebook, fez um convite para o beijaço e ofereceu música e batata grátis.

Reiteramos que essa postura não faz e nunca fez parte da filosofia de nossa casa, que recebe e atende os mais variados clientes, sem distinção. Contamos com LGBTs em nossa equipe, sem nunca julgar ninguém por orientação sexual ou qualquer outra característica fora do âmbito profissional.

A batata grátis também se tornou alvo de queixas.

As vítimas que estão em lua de mel agradeceram o apoio.

Obrigado todos pelas manifestações de afeto e carinho. Não queria estar passando por isso em plena lua de mel, mas tudo irá se resolver. Fica apenas minha indignação as pessoas que diante de toda essa situação ainda acham que estamos errados, que deveria ficar quieto. Kadu Rodrigues, no Facebook.