ENTRETENIMENTO

Marchinha que ironiza 'cidadão de bem' ganha concurso em BH

🎶 Veja só quem vem; É o cidadão de bem! Contra a corrupção; Taça de champanhe na manifestação. 🎶 🎶

12/02/2017 19:55 -02 | Atualizado 12/02/2017 19:57 -02
Rafael RAM | OLHARR
Baile da seletiva do concurso de marchinhas

"O Baile do Cidadão de Bem", composta por Helbeth Trotta e Jhê Delacroix, ganhou o Concurso de Marchinhas Mestre Jonas, que ocorre anualmente em Belo Horizonte.

A canção ironiza o "cidadão de bem" que protesta contra a corrupção, mas comete diariamente ilicitudes, como estacionar em lugar proibido. Também defende a morte de criminosos, enquanto se diz a favor de vida e contra o aborto.

Nós fizemos uma pesquisa sobre o tema e descobrimos várias curiosidades. Por exemplo, cidadão de bem era o nome de um jornal da Ku Klux Klan, que no início do século passado defendia nos Estados Unidos a supremacia branca e praticava atos violentos contra negros.Helbeth Trotta

Ouça aqui:

Outras quatro marchinhas também foram premiadas. Solta o cano, Pinto por cima , Puxa saco e Nesse Carnaval. Seus compositores receberão, respectivamente, os valores R$ 3 mil, R$ 2 mil, R$ 1,5 mil e R$ 1 mil. O juri foi composto pelo presidente da Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte (Belotur), Aluizer Malab; pela cantora Aline Calixto; pelo compositor Pablo Castro; pelo diretor da Rede Minas, Kiko Ferreira; e pelo produtor cultural Patrick Lommez.

Carnaval 2016: Destinos mais buscados