VIRAL

Esta menininha está se sentindo completamente adorável em seu primeiro dia de aula

Que aluna <3

10/02/2017 18:32 -02 | Atualizado 10/02/2017 19:33 -02
Reprodução/Facebook

"Estou me sentido adorável."

É impossível você não sorrir com a fofura desta pequena de apenas 6 anos. Raquel Marques da Silva é aluna da escola estadual Professora Henriqueta Costa Porto, em São José dos Campos (SP), e não escondeu a sua felicidade com a volta às aulas nesta entrevista à TV Vanguarda.

A jornalista Michelle Sampaio se surpreendeu com a desenvoltura da menina e literalmente chorou de rir com as suas respostas. Em seu Facebook, a repórter compartilhou um vídeo da pequena.

"Bastidores de uma entrevista muito divertida! Fui fazer uma reportagem sobre o primeiro dia de aula numa escola estadual de São José dos Campos e dei muita risada com uma menininha muito fofa, a Raquel. Ri tanto que chorei e quase não consegui fazer a entrevista. Fiquei impressionada com a desenvoltura, inteligência e espontaneidade dela. Parece que nasceu pra dar entrevista boa. Como fala e se expressa bem a danadinha! E como é lindo ver a felicidade dela de poder estudar, de estar na escola. Um exemplo. Parabéns, Raquel! Vc é muito lindinha!"

Uma das respostas de Raquel por exemplo, já pode ser consagrado o mais novo meme da internet brasileira. Afinal, é bom ou não é simplesmente se sentir adorável?!

Agora, a cereja do bolo está mesmo no final da entrevista. Não satisfeita em dar respostas cheias de entusiasmo sobre o seu primeiro dia na escola, Raquel diz que tudo bem a repórter está rindo, já que ela é realmente "engraçada".

Em seguida, ela diz que adora piadas e que vai compartilhar a sua preferida.

"O que o lago tem em comum com a padaria? O lago tem sapinho. A padaria tem sapão."

Com este final, Raquel roubou o coração da internet <3

Em entrevista ao site Razões Para Acreditar, Carolina Marques, mãe da pequena, disse que a filha tem realmente um jeito muito autêntico e que estava tão ansiosa com a mudança de escola que pediu para a mãe comprar um presente para a nova professora.

"Ela chegou em casa e falou, mas tinha tanta gente lá que achamos que era difícil [que ela aparecesse]. Na hora do jornal, eu estava trabalhando e meu celular começou a tocar com amigos e familiares pedindo autógrafos. Depois disso vi o vídeo do jornal e achamos muito engraçado. Ela também está muito feliz por toda essa repercussão. Ela é exatamente assim, muito autêntica, o que ela quer quer, se não quer, não quer. Do mesmo jeito que ela falou na entrevista, ela falou para a gente em casa o tempo todo antes das aulas começarem. Ela me fez comprar um vaso de flores para dar para a professora no primeiro dia."

3 crianças venderam limonada na Parada LGBT para ajudar vítimas de Orlando