ENTRETENIMENTO

Madonna recebe permissão para adotar mais duas crianças do Malauí

Cantora havia negado projeto de nova adoção.

08/02/2017 09:46 -02 | Atualizado 08/02/2017 10:39 -02
Mike Hutchings / Reuters
Madonna em cerimônia de sua fundação, a Raising Malawi, em 2010.

Madonna recebeu nesta terça-feira (7) autorização da Alta Corte do Malauí para adotar duas crianças. A cantora estava no tribunal , em Lilongwe, com seus advogados, quando recebeu a permissão.

"Hoje, a Alta Corte tomou a decisão de que ela deve prosseguir e adotar as duas crianças", disse o porta-voz do judiciário do Malauí, Mlenga Mvula.

Segundo ele, as duas crianças vivem no mesmo orfanato que David Banda (foto abaixo), o menino que a cantora adotou em 2006, na cidade de Mchinji. Além de Banda, a cantora adotou, em 2009, Mercy James – também de origem africana.

Uma foto publicada por Madonna (@madonna) em

De acordo com o The Huffington Post, dessa vez Madonna deve adotar duas meninas gêmeas de quatro anos, Esther e Stella. Aos 58 anos, ela tem outros dois filhos, Lourdes e Rocco.

Em janeiro, Madonna negou qualquer projeto de nova adoção, afirmando que visitava o país africano para supervisionar sua fundação, a Raising Malauí, criada há 11 anos. A instituição viabiliza orfanatos e outros projetos de educação e saúde para as crianças do país.

Uma foto publicada por Madonna (@madonna) em

De acordo com o site da cantora, a fundação já criou um centro cirúrgico infantil no Hospital Queen Elizabeth, em Blantyre, centro financeiro do país; além de 10 escolas.

O Malauí é considerado pela ONU um dos 20 países menos desenvolvidos do planeta.

Fotos raras de Madonna