MULHERES

Este é o melhor protesto contra Trump que uma garotinha de 4 anos poderia fazer

Algumas crianças gostam de brincar, mas Rose prefere fazer um protesto com suas bonecas.

06/02/2017 13:03 -02 | Atualizado 06/02/2017 13:11 -02
Reprodução/Facebook
Esta garotinha de 4 anos resolveu fazer sua própria Marcha das Mulheres

Um dia após a posse do presidente americano Donald Trump, em 20 de janeiro deste ano, milhares de mulheres foram às ruas em mais de 30 países protestar contra o político.

A família americana Redfern considerou ir à capital Washignton para participar do evento, mas decidiu organizar a sua própria Marcha das Mulheres.

Rose, uma garotinha de 4 anos, liderou o movimento e no batalhão de frente contou com a ajuda de mulheres especiais: Mulher Maravilha, Princesa Tiana, Cinderela, Supergirl e a Hera Venenosa.

Assim como milhões de manifestantes ao redor do mundo, Mark, Wendy e Rose Redfern pegaram alguns papéis e canetas e não economizaram nas frases de protesto.

Os cartazes combinavam com cada uma das bonecas de Rose.

A Cinderela, por exemplo, segurava o escrito "Esqueça a sandália de vidro, o que dizer do glass ceiling".

A expressão, em inglês, faz referência as desigualdades de gênero e sociais que ainda colocam a mulher e outras minorias em posições subalternas quando se trata de carreira e representatividade.

Em entrevista ao BuzzFeed americano, ele explicou que a distância e outros compromissos impediram que a família viajasse do estado de Virgínia, onde moram, até a capital.

"Então eu tive a ideia. Wendy e eu fizemos os slogans e, em seguida, Rose ajudou a colar os cartazes e fez dois com suas ideias. Quando fez o primeiro, ela rabiscou linhas e falou que ali estava escrito que era preciso amar todas as pessoas."

Além das frases, as escolhas das bonecas também foram planejadas.

"Escolhemos a Supergirl porque tecnicamente ela é uma alienígena ilegal, do planeta Krypton, para podermos comentar sobre a imigração", explicou Mark na entrevista.

Nós queremos criar a Rose para ser engajada e ativa. Quando ela ficar mais velha ela pode tomar suas próprias decisões sobre. É nosso trabalho como pais guiá-la através deste mundo louco e ajudá-la a entender o que está acontecendo e incentivá-la a crescer como uma mulher forte e confiante.Mark Redfern, em entrevista ao BuzzFeed

Nas redes sociais, a foto de Rose no jardim com sua marcha viralizou. Mark escreveu um post e disse ter se surpreendido com a repercussão.

"Foi tudo intenso e nós nos preocupamos com Rose sendo assim exposta em toda a Internet, e sobre a resposta negativa que podemos obter daqueles com opiniões políticas diferentes. Felizmente os comentários que obtivemos foram em grande parte positivos."

E complementou: "É importante que todos os progressistas façam sua parte para se posicionarem contra Trump e se nossas fotos inspirarem alguém a ser mais ativo politicamente, então tudo valeu a pena!"

Mulheres do mundo contra Trump