NOTÍCIAS

Uber suspende motorista após sequestro de passageira na Vila Olímpia, em São Paulo

A cliente do app denuncia ter sido agredida e roubada por três criminosos armados.

04/02/2017 02:28 -02 | Atualizado 04/02/2017 02:49 -02

Uma mulher foi vítima de sequestro relâmpago a bordo de um carro inscrito na Uber nesta semana em São Paulo, revelou o jornal O Estado de S.Paulo.

A publicitária de 31 anos pediu o veículo pelo aplicativo na Vila Olímpia, bairro nobre na zona sul da capital, no fim da tarde de quarta-feira (1º).

Ela denuncia que foi rendida e agredida por três homens armados. Dois estavam escondidos no carro, que parou logo depois de ela subir para pegar o terceiro.

Eles obrigaram a mulher a sacar cerca de R$ 3,4 mil em agências bancárias para eles, além de comprar tênis de marca em shopping.

A passageira não soube dizer se o motorista da Uber, identificado como Gabriel, estava envolvido no sequestro -- ou também era vítima como ela.

A Uber suspendeu o condutor até o fim da investigação da Polícia Civil de São Paulo.

A empresa disse se solidarizar com a cliente e ressaltou ter "camadas de tecnologia" para oferecer segurança aos motoristas parceiros e aos usuários do app.

Uber lança carro sem motorista