NOTÍCIAS

A Fátima falou um monte no 'Encontro' sobre Doria ter apagado os grafites da 23 de maio

25/01/2017 14:53 -02
Reprodução/TV Globo

A decisão do atual prefeito de São Paulo, João Doria Jr., de apagar os grafites da cidade entrou em pauta também no programa Encontro, apresentado por Fátima Bernardes.

E ela não economizou no posicionamento.

Na manhã desta quarta-feira (25), a apresentadora criticou a decisão do prefeito, declarou apoio às manifestações artísticas nas rua da cidade, e deixou bem claro que tirar o verde e colocar o cinza não foi uma decisão positiva.

Ela disse:

“Ter a arte de rua é a cara de São Paulo, né? As pessoas estão se apropriando de um espaço para manifestar a arte delas. É uma galeria a céu aberto, porque permite ao artista que faça, e quem passa por ali, veja. Não precisava ter tanta pressa assim. Era uma obra que estava lá. Tirou o verde e botou o cinza, e não é assim. Ali tinha o trabalho de muita gente e um apego de afetividade que a gente vai pegando”

Assista ao vídeo do momento:

Henri Castelli, convidado do programa, complementou:

“Não precisava ter tanta pressa para fazer isso, pressa teria que ter para arranjar emprego [para a população], para a saúde, a segurança, moradias”

Logo nos primeiros dias de governo, João Doria colocou o projeto “São Paulo Cidade Linda” para rodar. Ele já varreu as ruas da cidade e apagou em pessoa alguns pixos pela cidade.

Além disso, ele determinou que fosse apagado o painel artístico da Avenida 23 de Maio, considerado o maior Mural de Grafite da América Latina. Nesta semana, todo o muro da avenida foi pintado de cinza.

Em resposta às críticas, o prefeito avisou que vai criar o “grafitódromo”, espaço que quer reservar para painéis e murais na cidade, mas não informou em que região vai ser instalado.

A área, diz ele, teria lojas de itens licenciados para viabilizar o negócio e seria inspirada em "um bairro de Miami Beach", provavelmente referindo-se ao Wynwood Arts District.

(Com informações da Estadão Conteúdo)

LEIA MAIS:

- Grafiteiros e urbanistas criticam guerra de João Doria ao grafite

- 6 recados geniais das ruas à guerra de Doria contra o grafite