ENTRETENIMENTO

Viola Davis faz história e é a primeira mulher negra a ser indicada três vezes ao Oscar

24/01/2017 16:26 -02 | Atualizado 24/01/2017 16:26 -02
Mario Anzuoni / Reuters
Presenter Viola Davis takes the stage at the 47th NAACP Image Awards in Pasadena, California February 5, 2016. REUTERS/Mario Anzuoni

Viola Davis fez história nesta terça-feira (24).

Após a Academia de Hollywood anunciar os indicados ao Oscar 2017, ela se tornou a primeira atriz negra a receber três indicações ao prêmio, ao concorrer na categoria de melhor atriz coadjuvante pelo filme Cercas.

O filme, que é uma adaptação de uma peça de teatro homônima, se passa nos anos 50 e conta a história de um homem que sonhava em se tornar um grande jogador de beisebol durante sua infância, mas acaba frustrado na vida como um catador de lixo. Ele tenta criar os filhos e cuidar da família da melhor maneira possível.

(Viola Davis e Denzel Washington em Cercas)

Antes disso, Viola já havia sido indicada em 2009 por sua performance no filme Dúvida e, em 2012, por Histórias Cruzadas.

Antes de conquistar a terceira indicação, Viola estava empatada com Whoopi Goldberg como as atrizes negras mais indicadas ao Oscar.

Whoopi foi indicada em 1986 pelo filme A Cor Púrpura e, mais uma vez, em 1991, por Ghost - Do Outro Lado da Vida, pelo qual venceu.

Vale lembrar que, só neste ano, ela já ganhou o Globo de Ouro como atriz coadjuvante pelo papel no mesmo filme, além de ter sido agraciada como uma estrela na Calçada da Fama.

Viola também marcou história de outra forma - dessa vez, ao lado de Naomie Harris e Octavia Spencer. É a primeira vez que três atrizes negras são indicadas em uma mesma categoria (nesse caso, a de atriz coadjuvante). Naomie concorre por Moonlight: Sob a Luz do Luar, e Octavia por Estrelas Além do Tempo.

A representatividade negra também em outras categorias

moonlight

A representatividade deste ano vai além.

Entre os indicados a Melhor Filme está Cercas, estrelado por Denzel Washington e Viola Davis. Denzel, que também dirige o longa, está indicado a Melhor Ator.

Estrelas Além do Tempo, também indicado a Melhor Filme, tem em seu elenco um time de atrizes de primeira na história de um time de mulheres negras convocado pela NASA para ajudar os EUA na corrida espacial contra a URSS. É por ele que Octavia Spencer está indicada a Melhor Atriz Coadjuvante. Em 2012, ela levou a estatueta nesta categoria por Histórias Cruzadas.

Moonlight: Sob a Luz do Luar, também indicado a Melhor Filme, mostra o crescimento de um jovem na periferia de Miami, desbravando seus obstáculos em relação à raça e sua sexualidade. Negro, o diretor Berry Jenkins foi indicado em sua categoria. Mahershala Ali e Naomi Harris também estão indicados, respectivamente a Melhor Ator Coadjuvante e Melhor Atriz Coadjuvante.

A atriz Ruth Negga, filha de mãe irlandesa e pai etíope, vem sendo bastante elogiada por sua performance no filme Loving, baseado em uma história verídica sobre uma decisão da Suprema Corte americana, na década de 60, que proibiu casamentos interraciais. Ela está entre as indicadas a Melhor Atriz.

A edição 2017 ainda traz duas ótimas indicações: Joi McMillon é primeira mulher negra a receber uma indicação por Melhor Edição. E a culpa é de seu trabalho em Moonlight.

Neste ano, Ava Duvernay, que dirigiu Selma, está indicada com na categoria de Melhor Documentário com, 13th, que retrata desde a escravidão até prisões em massa de negros dos EUA. E está disponível na Netflix.

Veja a lista completa das categorias citadas acima:

MELHOR FILME

Moonlight: Sob a luz do luar

Estrelas Além do Tempo

Cercas

MELHOR ATRIZ

Ruth Negga, Loving

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Mahershala Ali, Moonlight: Sob a luz do luar

MELHOR DIRETOR

Barry Jenkins, Moonlight: Sob a luz do luar

MELHOR ATOR

Denzel Washington, Fences

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Viola Davis, Fences

Naomie Harris, Moonlight

Octavia Spencer, Estrelas Além do Tempo

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

Cercas

MELHOR DOCUMENTÁRIO

13th, Ava Duvernay

MELHOR EDIÇÃO

Moonlight: Sob a luz do luar, Joi McMillon

Você pode ver a lista completa de indicados clicando aqui.

LEIA MAIS:

- A resposta de Viola Davis a um elogio por 'Esquadrão Suicida' mostra por que a amamos

- 'Fomos alimentadas com uma enorme quantidade de mentiras sobre mulheres'