MULHERES

Pela 1ª vez na história, três atrizes negras estão indicadas a Melhor Atriz Coadjuvante no Oscar

24/01/2017 14:27 -02 | Atualizado 24/01/2017 14:27 -02
Montagem/Divulgação

Viola Davis, Octavia Spencer e Naomie Harris.

Pela primeira vez na história do Oscar, estas são as três mulheres negras que estão indicadas em uma única categoria. Ambas disputam a estatueta de Melhor Atriz Coadjuvante e competem com Michelle Williams e Nicole Kidman.

Viola Davis concorre por Cercas, em que contracena dom Denzel Washington; Octavia Spencer é uma das cientista que ajudou a colocar um homem no espaço em Estrelas Além do Tempo e Naomie Harris é uma das peças chaves no enredo do aclamado Moonlight.

Segundo o site americano Mic, na premiação de 2007, a diversidade entre os indicados na categoria coadjuvante já dava as caras. Entre eles, a atriz norte-americana Jennifer Hudson, que levou o prêmio por Dreamgirls, a mexicana Adriana Barraza e a atriz japonesa Rinko Kikuchi, que concorreram por Babel.

Mas esta é a primeira vez que temos três mulheres negras integrando uma única categoria.

E Naomie Harris comemorou sua indicação do melhor jeito possível:

Desde 2015, a discussão sobre falta de representatividade negra em todas as categorias do Oscar foi escancarada. Em 2016 a falta de diversidade se repetiu e a hashtag #OscarStillSoWhite ganhou força nas redes sociais e conseguiu pressionar a Academia.

Após toda a polêmica, a Academia, quatro meses depois, convidou grandes nomes da indústria de Hollywood para renovar seus quadros, levando em conta, principalmente, a diversidade racial, de gênero e buscando também um rejuvenescimento dos votantes.

A representatividade negra também em outras categorias

moonlight

A representatividade deste ano vai além.

Entre os indicados a Melhor Filme está Cercas, estrelado por Denzel Washington e Viola Davis. Denzel, que também dirige o longa, está indicado a Melhor Ator.

Estrelas Além do Tempo, também indicado a Melhor Filme, tem em seu elenco um time de atrizes de primeira na história de um time de mulheres negras convocado pela NASA para ajudar os EUA na corrida espacial contra a URSS. É por ele que Octavia Spencer está indicada a Melhor Atriz Coadjuvante. Em 2012, ela levou a estatueta nesta categoria por Histórias Cruzadas.

Moonlight: Sob a Luz do Luar, também indicado a Melhor Filme, mostra o crescimento de um jovem na periferia de Miami, desbravando seus obstáculos em relação à raça e sua sexualidade. Negro, o diretor Berry Jenkins foi indicado em sua categoria. Mahershala Ali e Naomi Harris também estão indicados, respectivamente a Melhor Ator Coadjuvante e Melhor Atriz Coadjuvante.

A atriz Ruth Negga, filha de mãe irlandesa e pai etíope, vem sendo bastante elogiada por sua performance no filme Loving, baseado em uma história verídica sobre uma decisão da Suprema Corte americana, na década de 60, que proibiu casamentos interraciais. Ela está entre as indicadas a Melhor Atriz.

A edição 2017 ainda traz duas ótimas indicações: Joi McMillon é primeira mulher negra a receber uma indicação por Melhor Edição. E a culpa é de seu trabalho em Moonlight. E Bradford Young é o primeiro homem a concorrer na categoria de Melhor Fotografia por A chegada.

Neste ano, Ava Duvernay, que dirigiu Selma, está indicada com na categoria de Melhor Documentário com, 13th, que tenta esclarecer a relação entre escravidão e o caos do sistema prisional dos EUA. E está disponível na Netflix. I am not your negro, de Raoul Peck, também está concorrendo na categoria de Melhor Documentário.

Veja a lista completa das categorias citadas acima:

MELHOR FILME

Moonlight: Sob a luz do luar

Estrelas Além do Tempo

Cercas

MELHOR ATRIZ

Ruth Negga, Loving

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Mahershala Ali, Moonlight: Sob a luz do luar

MELHOR DIRETOR

Barry Jenkins, Moonlight: Sob a luz do luar

MELHOR ATOR

Denzel Washington, Cercas

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Viola Davis, Cercas

Naomie Harris, Moonlight

Octavia Spencer, Estrelas Além do Tempo

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

Cercas

MELHOR DOCUMENTÁRIO

13th, Ava Duvernay

I am not your negro, Raoul Peck

MELHOR EDIÇÃO

Moonlight: Sob a luz do luar, Joi McMillon

MELHOR FOTOGRAFIA

Bradford Young, A chegada

A cerimônia, Meryl Streep e La La Land

meryl streep

Meryl Streep está concorrendo pela vigésima vez a um Oscar, Viola Davis está indicada como Melhor Atriz Coadjuvante, e com 14 indicações em 13 categorias, o filme La la land: Cantando estações, queridinho do público, igualou nesta terça-feira (23) o recorde do Oscar. O filme se igualou ao número de indicações do clássico Titanic, de 1997 e de A malvada, de 1950.

O longa vai competir pelo Oscar de Melhor Filme com Moonlight: Sob a Luz do Luar, Até o Último Homem, Manchester à Beira-Mar, Lion - Uma Jornada para Casa, A Chegada, Fences, A Qualquer Custo, Estrelas Além do Tempo.

Os indicados ao Oscar 2017 foram anunciados nesta terça-feira (24) pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood.

Para anunciar os indicados, a academia chamou as atrizes Jennifer Hudson, Brie Larson, o diretor Jason Reitman, o diretor de fotografia mexicano Emmanuel Lubezki, pelo ator japonês Ken Watanabe e Cheryl Boone Isaacs, presidente da Academia, para apresentar as categorias.

A 89ª edição da cerimônia acontecerá em 26 de fevereiro, em Los Angeles. O apresentador será o comediante e apresentador Jimmmy Kimmel, que já comandou o Emmy em 2012 e em 2016.

Parece que alguém ouviu o apelo por representatividade dos últimos anos, não é mesmo?

Você pode ver a lista completa de indicados clicando aqui.

LEIA MAIS:

- Meryl Streep concorre pela 20º vez e 'La La Land' lidera com 14 indicações ao Oscar 2017

- 'La La Land – Cantando Estações' é uma ode à Hollywood do passado