NOTÍCIAS

Como um perfume chega até você: Por dentro da fábrica de O Boticário (FOTOS)

13/01/2017 13:01 -02 | Atualizado 13/01/2017 13:01 -02

O Boticário começou sua história em 1977, ainda como uma pequena farmácia de manipulação, em Curitiba, e em menos de 40 anos, a empresa se tornou uma das maiores do Brasil. Detentor das marcas Eudora, Quem Disse Berenice? e The Beauty Box, o grupo tem números que impressionam.

Atualmente o Grupo Boticário tem mais de 4 mil pontos de venda físicos das quatro marcas instalados em 1.750 municípios brasileiros, além de estar presente em oito países, como Portugal, Angola, Estados Unidos e Japão.

A convite da marca, o HuffPost Brasil visitou a fábrica em São José dos Pinhais, no Paraná, para conhecer a estrutura que administra tudo isso. Veja abaixo como é a fábrica e curiosidades dos produtos O Boticário:

  • Fábrica de São José dos Pinhais
    Divulgação
    Inaugurada em 1985, a fábrica em São José dos Pinhais (PR) é a maior e mais importante do grupo O Boticário.
  • Capacidade
    Divulgação
    A fábrica tem capacidade de produção de 250 milhões de itens por ano.
  • Planta
    Divulgação
    O local passou por reformas nos últimos anos e hoje abriga uma linha de produção de perfumes e loções e outra exclusiva para maquiagens. Além disso, a área inclui um escritório administrativo, um centro de desenvolvimento e pesquisa e um pequeno acervo da história do grupo.
  • Centro de distribuição na Bahia
    Divulgação
    Além da fábrica em São José dos Pinhais, o grupo possui dois centros de distribuição: um em Registro (SP) e um em São Gonçalo dos Campos (BA).
  • Divulgação
    Também na Bahia, foi inaugurada a fábrica na cidade de Camaçari, em 2014.
  • Divulgação
    Criado em 2006, o Lily Essence foi o primeiro eau de parfum da empresa e ainda é o carro-chefe de O Boticário.
  • Divulgação
    O perfume é criado por um processo totalmente artesanal, que extrai óleos essenciais de lírios cultivados na fábrica.
  • Divulgação
    Os óleos dos lírios são extraídos por um processo centenário chamado enfleurage, que consiste em repousar as pétalas em uma placa recoberta por gordura, que absorve o óleo essencial.
  • Divulgação
    No processo original, a gordura utilizada era de origem animal. Porém, O Boticário não faz testes em animais nem os utiliza em qualquer processo de criação de produto. Assim, teve de substituir a gordura animal por uma vegetal, criada pela própria empresa.
  • Divulgação
    São necessários milhares de pétalas de lírios para extrair um quilo de óleo essencial.
  • Luiza Belloni
    Sala em que os lírios são cultivados.
  • Centro de Pesquisa & Desenvolvimento
    Divulgação
    Os pesquisadores que trabalham no edifício são responsáveis por pesquisar, testar e desenvolver todos os produtos.
  • Testes
    Luiza Belloni
    Entre as dezenas de salas de testes, uma é específica para verificar a validade dos produtos. Nesta ala (foto), os produtos são expostos nas mais variadas condições de temperatura, umidade e iluminação para os pesquisadores terem certeza que os produtos não perdem sua efetividade independente do local em que forem guardados.
  • Mais testes
    Luiza Belloni
    Também no centro de P&D, profissionais fazem testes para comprovar a efetividade de produtos que prometem cabelos mais lisos, cacheados, hidratados ou que reduzem o frizz.
  • Luiza Belloni
    Os testes são desenvolvidos com os mais diferentes tipos de cabelos humanos.
  • Vai um banho?
    Luiza Belloni
    Ainda no setor de testes, existe uma sala muito parecida com boxes de banhos. Mas ninguém toma banho neles. Estes boxes fazem parte dos testes de sabonetes e demais produtos para banho e ajudam os pesquisadores a verificarem o aroma, a consistência, o rendimento e a aparência destes produtos neste ambiente.
  • Luiza Belloni
    Cada boxe tem um chuveiro de verdade e água aquecida, igualzinho ao seu banheiro.
  • Luiza Belloni
    Após os primeiros testes em laboratório e comprovada a segurança, os pesquisadores contam com ajuda de voluntários para testarem os produtos.
  • Luiza Belloni
    Voluntárias também são maquiadas em espaços bem parecidos com salões de beleza.
  • Luiza Belloni
    Nesta sala são feitos testes dos produtos para cabelos.
  • Acervo O Boticário
    Divulgação
    O Boticário tem um acervo com suas memórias desde 1977, quando foi inaugurada a primeira farmácia de manipulação de Miguel Krigsner, na rua Saldanha Marinho, em Curitiba.
  • Divulgação
    Uma das peças mais simbólicas do pequeno acervo é a batedeira que Miguel Krigsner, dono da marca, misturava suas primeiras loções. Leia a história completa dele aqui

LEIA MAIS:

- Campanha da 'Quem Disse Berenice' é a prova de que as mulheres podem usar o que quiserem

- A trajetória da marca O Boticário: Da ajudinha de Silvio Santos ao fenômeno da perfumaria brasileira