NOTÍCIAS

Depois de se vestir de gari, Doria desiste de lutar pessoalmente contra mosquitos em São Paulo

12/01/2017 13:00 -02 | Atualizado 12/01/2017 13:00 -02
Montagem/Brazil Photo Press/Con via Getty Images

Em mais uma ação na linha "gente como a gente", o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB) participaria pessoalmente da guerra contra os mosquitos na cidade, segundo o site da revista Veja São Paulo.

Na manhã desta quinta-feira (12) o prefeito participaria de uma ação emergencial de pulverização no Rio Pinheiros, mas não pôde comparecer por conta de outros compromissos e justificou em uma nota publicada em seu Facebook:

"Não estarei presente nesta força tarefa por conta de outros compromissos na agenda, mas faço questão de divulgar aqui na minha página para tranquilizar os moradores da região, sabemos da gravidade e estamos empenhados", diz a nota.

O secretário municipal de Saúde, Wilson Pollara, e o prefeito regional de Pinheiros, Paulo Mathias participaram da ação.

O incômodo com os mosquitos

A proliferação dos mosquitos é assunto nas redes sociais, nas reclamações à prefeitura regional e motivou um abaixo-assinado com mais de 8.300 assinaturas pedindo dedetização da margem do Rio Pinheiros.

A Secretaria de Saúde da gestão municipal informou, em nota, que:

“o volume de reclamações tende a subir no verão, com temperaturas mais altas e mais chuvas, fatores que predispõem a altas proliferações de mosquitos”.

De acordo com a pasta, a aplicação de larvicidas biológicos é quinzenal.

Na avaliação do prefeito regional de Pinheiros, Paulo Mathias, em entrevista ao Estadão, a situação “é caótica”:

“Já vi 40, 50 (mosquitos) em um poste de luz. É uma coisa absurda”

De acordo com o Centro de Zoonoses, ligado à secretaria, a incidência do inseto em sua forma de larva está controlada na região e não foram detectadas novas criações na última pesquisa de controle, no dia 4.

Gari

Um dia após sua posse, o tucano também foi às ruas, mas vestido de gari. Em 2 de janeiro, ele chegou à Praça 14 Bis, no centro de São Paulo, pouco antes das 6h e posou para fotos. O local já havia passado por uma limpeza no dia anterior.

"Este é o primeiro dia de uma gestão incansável em busca de uma cidade digna", disse o prefeito durante o lançamento do programa Cidade Linda, que visa à "zeladoria" da capital.

O programa prevê limpeza das bocas de lobo, manutenção de calçadas e jardins, poda de grama e de árvores, eliminação das pichações, substituição de lâmpadas queimadas e instalação de lixeiras.

LEIA TAMBÉM

- Regina Duarte ajuda Doria a varrer Av. Paulista: 'É participando que nos tornamos cidadãos'

- A posse de João Doria, o discurso de 'trabalhador' e a polarização destrutiva

- 'Esta é a primeira faxina de muitas', diz Doria no 1º dia como prefeito de São Paulo