Terapia à distância presta serviço para quem precisa extrair o melhor do seu próprio tempo

26/12/2016 11:53 -02
Shutterstock

O dia a dia cada vez mais corrido faz com que muitas pessoas utilizem a internet para aprender mais sobre sintomas e formas de tratamento dos mais variados sintomas, até mesmo para decidir qual o melhor especialista para se consultar.

Para a busca da saúde mental, a realidade não é diferente e há uma demanda para, em alguns casos, complementar o atendimento fora dos consultórios de psicólogos e psiquiatras, com formas de atendimento que cheguem até a casa dos pacientes. E que maneira melhor de proporcionar esse benefício do que utilizando a internet?

A ajuda necessária para momentos de crise

Esse tipo de atendimento, regulamentado pela primeira vez em 2005 e atualizado em 2012 pelo Conselho Federal de Psicologia, é indicado para quem está com problemas pontuais, precisa de uma orientação psicológica e, por algum motivo, não pode comparecer ao consultório. É uma opção também para ajudar quem está viajando, ajudando a eliminar as barreiras criadas pela distância e possibilitando o auxílio psicológico durante uma situação de necessidade.

GIF

Pacientes com doenças psiquiátricas, como transtornos de ansiedade, podem recorrer ao atendimento à distância durante momentos de crise. Ataques de ansiedade acontecem de uma hora para outra e não dá pra prever. Nessas horas, ter um especialista com disponibilidade para conversar e complementar a terapia realizada no consultório é muito importante para acalmar os nervos e seguir a rotina com tranquilidade.

Diversas opções para complementar sua terapia

Converse com o psicólogo para saber a melhor maneira de realizar esse tipo de atendimento à distância. Ela pode ser feita por sites, por aplicativos de mensagem, telefone ou pela webcam. Um exemplo é o Psicolink (www.psicolink.com.br). Nele, você pode escolher profissionais especializados em cada tipo de tratamento que você precisa, disponibilidade de horários e outras variáveis. Escolha a opção que atenda seus objetivos e que te deixe confortável para falar sobre você, seus problemas e tirar dúvidas durante o atendimento.

GIF

Cada modalidade tem seus prós e contras. Por e-mail e mensagem de texto os contatos podem não acontecer ao mesmo tempo: o paciente escreve quando quiser desabafar sobre um problema, enquanto o psicólogo responde quando puder. Já pela webcam, a conversa é feita em tempo real e o profissional pode avaliar as respostas emocionais do paciente. É importante saber, no entanto, que o atendimento psicológico à distância não substitui a terapia, que é presencial.

Além disso, nem todos os profissionais estão autorizados a realizar esse tipo de atendimento. Os psiquiatras devem manter um site com informações sobre seus dados profissionais, o número máximo de sessões permitidas e sobre os recursos utilizados para garantir que os dados do paciente sejam mantidos sob sigilo. O site deve ser cadastrado no Conselho Federal de Psicologia.

Mais tempo para o paciente e para o psicólogo

O serviço ajuda a proporcionar mais qualidade de vida porque elimina a distância entre pacientes e psicólogos ou psiquiatras e permite que o atendimento seja continuado fora do consultório. É uma excelente opção para ambos, especialmente por ajudar a economizar tempo em situações em que são necessárias apenas rápidas orientações.

GIF

Em vez de gastar tempo indo até o consultório psiquiátrico e esperando, muitas vezes por mais de uma hora, dá para descansar, ler um livro, assistir ao seu programa favorito na televisão ou fazer outras atividades com a família. O importante é conseguir aproveitar a vida com mais saúde.