NOTÍCIAS

Pessoas relembram atos secretos de generosidade de George Michael nas redes sociais

26/12/2016 16:17 -02 | Atualizado 26/12/2016 16:17 -02
Stefan Wermuth / Reuters
British singer George Michael poses for photographers before a news conference at the Royal Opera House in central London May 11, 2011. REUTERS/Stefan Wermuth (BRITAIN - Tags: ENTERTAINMENT)

Um dia após a morte do cantor britânico George Michael, pessoas revelaram inúmeros gestos de generosidades do astro que, até então, permaneciam secretos a pedido de Michael.

Tudo começou quando o apresentador do programa "Pointless", Richard Osman, disse no Twitter que o cantor doou 15 mil libras para uma mulher que não podia pagar um tratamento de fertilização in vitro. Na época, Osman era produtor executivo do programa "Deal or no deal".

Segundo o relato, George Michael telefonou em segredo no dia seguinte e doou o dinheiro que ela precisava.

"Uma mulher do 'Deal Or No Deal' nos disse que precisava de £15k para o tratamento de fertilização in vitro. George Michael secretamente telefonou para ela no dia seguinte e deu os £15k."

Após a revelação, outros casos de generosidade vieram à tona por usuários que receberam ajuda ou souberam de gestos de caridade do astro.

A apresentadora Xanthe Bearman respondeu o tuíte de Osman dizendo que George Michael foi um dos investidores secretos do musical "Quilt, a Musical Celebration", que homenageia pessoas que morreram de AIDS.

"Eu participava do 'Quilt, a Musical Celebration' (sobre AIDS) em St Albans, 20 anos atrás. George Michael secretamente fundou o projeto."

Outra usuária afirmou que o cantor britânico trabalhava anonimamente em uma casa de desabrigados onde ela trabalhava. "Eu nunca disse isso para ninguém, ele pedia para que a gente guardasse esse segredo. Ele era assim."

George também teria mandado uma dúzia de rosas para o memorial das dezenas de vítimas australianas do Tsunami de 2004. "Tão gentil", elogiou o usuário que relatou o gesto do cantor.

Outra internauta contou que, certa vez, ouviu de uma organizadora de uma instituição de caridade infantil que o lugar só permanecia aberto graças ao Michael.

Outro internauta afirmou que Michael doava milhares de libras todos os anos para o programa de caridade Help A London Child, da Capital Radio.

"Eu sempre vou lembrar dele sendo muito generoso com o Help a London Child da Capiyal Radio quando eu era jovem."

Outro usuário relatou que Michael deu a uma completa estranha uma quantia de 25 mil libras em um café.

"Ele deu a uma estranha num café £25k porque ela estava chorando por causa das dívidas. Ele pediu para a garçonete dar o cheque depois que ele saísse."

Morte de George Michael

Nesta segunda, o empresário do cantor, Michael Lippman, afirmou à agência de notícias britânica PA que o cantor morreu de insuficiência cardíaca.

Michael morreu em casa neste domingo, aos 53 anos. A polícia ainda investiga o caso, que considerou "inesperado, mas não suspeito."

LEIA MAIS:

- Com a morte de George Michael, comunidade LGBT perde o terceiro ícone no mesmo ano