MULHERES

Carol Moreira sobre assédio de Vin Diesel em entrevista: 'Elogio é muito diferente'

22/12/2016 15:54 -02
Reprodução/YouTube

"Deus, como você é linda!"

"Estou apaixonado por ela"

"Quando isso deixou de ser uma entrevista e se transformou em 'eu te amo'?"

As frases acima foram ditas pelo ator norte-americano Vin Diesel a Carol Moreira, Youtuber e repórter do Warner Chanel durante uma entrevista na Comic Con Experience deste ano.

"Na hora eu nem percebi o que estava acontecendo. Eu só queria que ele parasse para que eu pudesse continuar a entrevista. Eu só queria sair dali. Quanto terminou eu saí tremendo, respirei fundo e me acalmei", contou Carol em entrevista ao HuffPost Brasil.

Na última quarta-feira (21) a youtuber divulgou o vídeo em seu canal na íntegra. Na introdução, ela dá o contexto para que seus seguidores entendam que o vídeo não se trata apenas de uma simples entrevista:

“Durante a entrevista aconteceu uma coisa que coisa que eu não esperava: o Vin Diesel ficou ‘apaixonado’ por mim. Eu falo dessa forma porque ele começou meio que a me cantar no meio da entrevista, falar que eu era bonita. Ele me interrompeu três vezes para falar disso. Então vocês vão ver aí no vídeo que eu estava rindo, mas completamente desconfortável. Eu só ria, só ria porque estava numa situação muito delicada. Mas a verdade é que eu não gostei disso, na hora eu não soube reagir, mas vocês vão ver que eu estava desconfortável, que não foi legal, que ele interrompeu o meu trabalho”

Vin Diesel a interrompeu várias vezes e chegou até a ajoelhar durante a entrevista para pedir que alguém o "salvasse de sua beleza" e que ele estava "apaixonado pela entrevistadora".

O ator veio ao Brasil no início de dezembro para divulgar o novo filme da franquia Triplo X na Comic Con Experience e foi entrevistado com exclusividade por Carol, que foi a única pessoa que conseguiu dez minutos de entrevista com ele.

Assista à entrevista:

A repercussão foi imediata. Até a tarde desta quinta-feira (22) mais de 191 mil pessoas já assistiram ao vídeo e o nome de Vin Diesel chegou a entrar nos TT's mundiais do Twitter.

Do mesmo jeito que Carol recebeu mensagens de apoio, também foi atacada ao expor a atitude de Vin Diesel.

Alguns comentários em suas redes sociais sugeriram que o ator "só poderia estar bêbado para achar ela bonita" e outros dizendo que ela "só divulgou o vídeo para ganhar fama". Outros ainda acusaram Carol de exagero e foram coniventes com a atitude do ator.

"Eu não preciso de nada disso. Eu só expus porque o machismo ainda é muito grande e as pessoas têm medo de falar."

E esclarece:

"Alguns lugares estão dizendo que eu disse que foi um assédio. Eu nunca disse isso. O que eu falei foi que ele atrapalhou o meu trabalho e eu me senti muito desconfortável".

Ao mesmo tempo, Carol completa, dizendo o que muita gente não percebeu:

"Elogio é muito diferente. Ele interromper meu trabalho, se jogar no chão, pedir ajuda para uma equipe porque não estava conseguindo "lidar com a minha beleza", isso não é elogiar", disse Carol.

No vídeo, quando Carol pergunta a Vin Diesel sobre Tom Hanks ser seu mentor ele a interrompe e diz:

“Deus, você é tão bonita! Meu Deus, ela é tão bonita, cara."

E, desrespeitosamente, se dirige a alguém da produção e diz:

"Estou certo ou errado? Como eu posso fazer essa entrevista? Ela é tão bonita”

E em determinado momento chega a se jogar no chão e a pedir para almoçar com Carol:

“Fale comigo, baby, conte-me a sua história. Vamos sair daqui, vamos almoçar. Meu Deus, eu a amo, olhe como ela é linda. Uau, cara”

Ela então insiste em retornar ao assunto da entrevista:

“Então... Tom Hanks”

vin diesel

Ao falar sobre a repercussão, críticas e ataques que sofreu após a divulgação do vídeo, Carol lembrou do recente episódio envolvendo o MC Biel e uma repórter do portal IG:

"Inclusive teve o caso do Biel, e ninguém apoiou a repórter também. Duvidaram dela o tempo todo."

No dia 3 de junho, a repórter Giulia Pereira, de 21 anos, denunciou o assédio que sofreu. O fato ocorreu em maio durante uma entrevista com o cantor sobre o seu novo álbum e a notícia ganhou repercussão nacional.

O cantor foi denunciado pela profissional na 1ª Delegacia da Mulher de São Paulo por assédio sexual. De acordo com o relato, ele chamou a jornalista de “gostosinha” e disse que “a quebraria no meio” se mantivessem relações sexuais.

"Eu só queria encorajar outras meninas a expor esse tipo de comportamento. Mas olha só, se está dando tanta polêmica é porque a gente precisa falar sobre isso. Se foi assédio, se não foi... Infelizmente as mulheres ainda vão passar muito por isso até as pessoas entenderem o mal que o machismo é. Elas poderiam assistir [ao vídeo] e pensar sobre isso."

E completa:

"É muito triste que as mulheres não se unam. De entender a outra, de se colocar no lugar da outra. Casos como esses acontecem muito. Com essa falta de união o machismo sempre vai vencer."

LEIA MAIS:

- O assédio e constrangimento que a youtuber Carol Moreira sofreu ao entrevistar Vin Diesel

- Repórter que denunciou assédio de Biel é demitida. E as pessoas querem saber o porquê