ENTRETENIMENTO

'Coco', nova animação da Disney-Pixar, será 'carta de amor ao México' em plena era Trump

15/12/2016 21:26 -02 | Atualizado 15/12/2016 21:26 -02
Pixar

A nova animação Disney-Pixar, Coco, estreia apenas em novembro de 2017, mas desde já tem sido motivo de grande expectativa.

Após o anúncio de que o elenco do longa-metragem animado será totalmente latino, o diretor Lee Unkrich disse à imprensa internacional, em recente evento de exibição de artes da obra, que Coco será "uma carta de amor ao México".

Em pleno contexto de eleição de Donald Trump, candidato republicano que se destacou por discursos xenófobos e afirmou que construirá um muro para separar os Estados Unidos do México, trata-se de uma atitude pertinente da Pixar, do ponto de vista social.

"Nós estamos criando o filme para o mundo", disse Unkrich. "[Ele] será, esperamos, uma influência positiva, mas para o México em particular, estamos tentando criar de alguma forma uma carta de amor. Espero que as pessoas o recebam como tal."

O diretor disse:

"A melhor forma de unir as pessoas e fazer com que elas tenham empatia umas pelas outras é por meio de histórias. Se nós podemos contar uma boa história com personagens com os quais as pessoas se importem, eu gostaria de pensar que o preconceito cai, e o público possa apenas ter uma experiência com o enredo e os personagens pelos seres humanos que eles são."

Coco, que já escalou Gael García Bernal para o elenco, conta a história de um garoto mexicano que, em pleno feriado do Dia dos Mortos, entra no mundo dos que já se foram e vive uma aventura com um antepassado, o músico que será dublado por Bernal.

coco

LEIA MAIS:

- Finalmente! Amazon lança no Brasil serviço de streaming de filmes e séries, o Prime Video

- 3 bons motivos pelos quais 'Rogue One' é um dos melhores filmes de 'Star Wars'

- Millie Bobby Brown e Winona Ryder são indicadas ao SAG Awards