MULHERES
13/12/2016 22:20 -02

Amber Heard escreve carta emocionante sobre violência contra a mulher

Axelle/Bauer-Griffin via Getty Images
LOS ANGELES, CA - NOVEMBER 14: Actress Amber Heard arrives at Glamour Women of the Year 2016 at NeueHouse Hollywood on November 14, 2016 in Los Angeles, California. (Photo by Axelle/Bauer-Griffin/FilmMagic)

Amber Heard se tornou uma voz contundente na luta contra a violência contra a mulher.

Neste ano, a atriz norte-americana de 30 anos acusou seu ex-esposo, o também ator Johnny Depp, de agredi-la várias vezes durante o casamento - o resultado foi uma separação amplamente explorada pela mídia, intimidades sendo expostas para toda a sociedade e, como é frequente em casos como esse, a vergonha, por parte da mulher de ser vítima do abuso doméstico.

No entanto, Heard tem usado sua visibilidade para abordar o tema e estimular a reflexão acerca dele. Recentemente, a atriz escreveu uma comovente carta aberta para todas as mulheres ao redor do mundo que precisam de força. O texto será publicado na revista Porter.

"Acontece com tantas mulheres que você conhece. Quando acontece dentro de casa, atrás das portas fechadas e com alguém que você ama, não é fácil de entender", escreveu.

"Como uma mulher que passou por isso diante do público, tenho a oportunidade única de lembrar muitas outras que isso não deve ser assim. Você não está sozinha. Nós podemos mudar isso."

A artista toca em outro ponto relevante da questão ao falar sobre sua própria relação com o "rótulo de vítima":

"Fui criada para ser independente e autossuficiente. Nunca recebi nem queria o fardo da independência. Nunca senti como se alguém iria ou poderia me salvar, então naturalmente me senti ressentida pelo rótulo de 'vítima'."

Esta não é a primeira vez que Heard comenta sobre seu próprio caso - em novembro, ela participou de uma campanha cujo vídeo a mostra comovida falando sobre o assunto.

LEIA MAIS:

- Representatividade: Atualização do iPhone libera emojis de mulheres no trabalho

- Uma mensagem de Gaga para Madonna causou uma explosão de lágrimas no Twitter

- 'Último Tango em Paris': Almodóvar defende Bertolucci em polêmica sobre cena de estupro